Domínio do Bitcoin no mercado de criptomoedas: existe algum competidor à altura?

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Konstantin Anissimov, diretor executivo da CEX.IO, compartilhou suas opiniões sobre se o BTC estar se tornando menos dominante.

  • Para o Bitcoin, pode ser extremamente difícil superar a vantagem e a influência dos governos.

  • Em termos de capitalização de mercado total, o Bitcoin ainda detém cerca de 60 por cento do mercado.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

No mercado atual de criptomoedas, há uma ligeira, mas certa mudança: o Bitcoin (BTC) está se tornando menos dominante, com o desenvolvimento progressivo de outras criptomoedas e protocolos – olhe para o recente agitação DeFi, se você quiser um exemplo.



Mas, mesmo assim, se olharmos os gráficos, seria fácil ver que em termos de capitalização de mercado total, o Bitcoin ainda detém cerca de 60 por cento do mercado. Apesar das turbulências de 2020, essa enorme vantagem não mudou. Portanto, duvido que, em um futuro próximo, algo possa empurrar o Bitcoin para papeis secundários.



Aqui, podemos fazer uma analogia com o dólar americano – não há sinais que indiquem grandes mudanças futuras. Os países do BRICS queriam se unir e criar um sistema de pagamento separado para contrabalançar o dólar, mas uma solução realista ainda não surgiu. A maioria das transações ao redor do mundo ainda é conduzida em dólares e, apesar das tentativas de criar formas alternativas de pagar por serviços e mercadorias, o dólar continua a dominar o mundo.

Para o Bitcoin, pode ser extremamente difícil superar a vantagem e influência do pioneiro. Com base nisso, é difícil esperar uma mudança radical na situação.

O potencial do CBDC para mudar o cenário financeiro

Outro aspecto importante que pode potencialmente influenciar o mercado de cripto é o foco crescente de vários países em moedas digitais vinculadas a moeda fiduciária.

Hoje, há uma corrida entre diferentes bancos centrais em todo o mundo – todos estão ansiosos para apresentar sua própria moeda digital. Temos as Bahamas e a China como as primeiras candidatas , inclusive, a primeira já introduziu o novo “Sand Dollar” recentemente e se tornou a pioneira neste campo, e a última está testando seu yuan digital.

Ao mesmo tempo, a Suécia está trabalhando para desenvolver uma e-krona, a UE está conduzindo pesquisas sobre a introdução potencial de um euro digital em 2021, os EUA e o Reino Unido têm suas próprias considerações nessa direção, e a lista continua.

Mesmo assim, os CBDCs ainda são um conceito novo – há muitos caminhos potenciais para desenvolvimentos no campo. É por isso que é muito difícil fazer previsões sobre como eles influenciariam tanto o mercado financeiro tradicional quanto o mercado de criptomoedas.

Mas, pessoalmente, acredito que a introdução das moedas digitais do banco central ajudará a liderar o setor de pagamentos global em uma direção positiva. A turbulência de 2020 alimentou uma maior demanda por pagamentos digitais sem dinheiro. Em tais circunstâncias, é sensato que os bancos centrais se concentrem no desenvolvimento de CBDCs, e é altamente improvável que os governos permitam que eles sejam introduzidos sem provas suficientes de que não colocarão as economias nacionais em risco.

Se as moedas digitais estaduais forem introduzidas em escala mundial, terá de ser um serviço confiável e eficiente em que o consumidor médio possa confiar.

Além disso, como as criptomoedas de base ainda estão longe de serem adotadas em massa, o surgimento de moedas digitais nacionais no mercado permitiria que bilhões de consumidores sem relação com a cripto se tornassem familiares com o conceito de dinheiro digital, que provavelmente, por sua vez, acelerará a adoção em massa de criptomoedas.

Resumindo, é inegável que o mercado de criptomoedas está se desenvolvendo em um ritmo rápido, com novos elementos emergindo constantemente. Apesar disso, o Bitcoin ainda ocupa o primeiro lugar em popularidade e influência entre as criptomoedas. E é improvável que algo possa abalar seu domínio tão cedo.

 

NOTA: As opiniões expressas aqui são as do autor e não representam ou refletem necessariamente as opiniões de BeInCrypto ou de seus editores.

Escrito por Konstantin Anissimov , diretor executivo da crypto exchange CEX.IO, onde é responsável pelo relacionamento com clientes institucionais e VIPs, supervisionando a criação da estratégia de desenvolvimento da empresa, novos produtos, mercados e parcerias. Konstantin concluiu o programa de MBA Executivo na Universidade de Cambridge e tem uma sólida formação técnica em desenvolvimento web e blockchain Ethereum. Konstantin tem extensa experiência em trabalhar com vários mercados em todo o mundo, incluindo Reino Unido, países da UE, China, Sudeste Asiático, África do Sul.

Share Article

A opinião da equipe BeInCrypto em uma única voz.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá