Dossiê Atlas Quantum Sobre Atrasos de Bitcoin é Entregue Para Deputado da “CPI das Pirâmides Financeiras”

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Documento denuncia atividades da empresa de arbitragem de criptomoedas com atrasos de pagamentos.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Nesta terça-feira (19) foi entregue o Dossiê Atlas Quantum sobre pagamentos de Bitcoin para o deputado federal Aureo Ribeiro. O documento é resultado do trabalho do advogado Artêmio Picanço, que atua defendendo clientes com saques de Bitcoin em atraso no Atlas Quantum.



Considerado um especialista em casos envolvendo criptomoedas, o advogado representa na justiça inúmeras denúncias de clientes contra o Atlas Quantum. O Dossiê Atlas Quantum sela uma aproximação entre o jurista e o parlamentar, que propôs a criação da “CPI das Pirâmides Financeiras”.

CPI das Pirâmides Financeiras se aproxima do Atlas Quantum

Artêmio Picanço e Aureo Ribeiro se encontram em Brasília – DF

Um documento de 13 folhas foi entregue por Artêmio Picanço ao deputado federal Aureo Ribeiro em Brasília – DF. O Dossiê revela casos de investidores da plataforma com atrasos de Bitcoin que procuraram o especialista goiano.



Além disso, o especialista narra ter apresentado ao deputado federal todos os últimos desdobramentos envolvendo o Atlas Quantum no mercado de criptomoedas.

Desde os atrasos com saques de Bitcoin à Recompra anunciada pela empresa recentemente, o documento servirá como parâmetro para as investigações de crimes através da CPI das Pirâmides Financeiras.

Inquérito pode investigar plataforma de arbitragem em Bitcoin

Não existem provas conclusivas de que o Atlas Quantum é uma “pirâmide financeira”. Porém, as atividades da plataforma de arbitragem de Bitcoin deverão ser apreciadas na CPI proposta por Aureo Ribeiro (Solidariedade – RJ).

O deputado federal do Rio de Janeiro recolheu assinaturas para que os trabalhos da CPI das Pirâmides Financeiras seja iniciado na Câmara em Brasília – DF.

Após apresentar o documento da CPI ao Presidente da Câmara, Rodrigo Maia, o inquérito deve investigar empresas do setor de investimentos em criptomoedas. Sendo assim, denúncias podem levar o caso do Atlas Quantum até a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI).

No caso desta comissão, empresários serão intimados para depor em casos com suspeita de fraude. Segundo o advogado Artêmio Picanço, a CPI pode determinar até a prisão de pessoas investigadas em golpes conhecidos como “pirâmide financeira”.

“Uma CPI é capaz de determinar medidas cautelares, como prisões, indisponibilidade de bens, arresto, sequestro, interceptação telefônica e a quebra de sigilo de correspondência. Pode impedir ainda que o cidadão deixe o território nacional e determinar até a apreensão de passaporte, dentre outros.”

Tutela de urgência antecipada como garantia de pagamento

O Atlas Quantum ficou nacionalmente conhecido por oferecer a arbitragem de Bitcoin. Porém, as operações da empresa sofreram um revés com uma publicação da CVM, orientando a suspensão das atividades da plataforma. Ademais, clientes relatam problemas com saques que ultrapassam três meses de espera.

Com saques de Bitcoin em atraso, investidores procuram o advogado Artêmio Picanço com a finalidade de processar a empresa. Em vários casos o especialista conseguiu bloquear bens da organização, através de uma liminar de tutela de urgência antecipada.

Um dos investidores do advogado especialista em criptomoedas espera receber mais de R$ 143 mil em Bitcoin da plataforma. Na justiça, o usuário conseguiu uma liminar obrigando o negócio de arbitragem a depositar Bitcoin devido à ele em até 48 horas, segundo a determinação judicial para aquele caso.

Enquanto isso, para Picanço o Dossiê Atlas Quantum reforça o caráter denunciativo das operações da empresa que opera com investimentos em criptomoedas. O advogado aposta na coerção do poder público como forma de garantir o pagamentos dos saques de Bitcoin em atraso do negócio citado no Dossiê.

Você conhece alguém que procurou algum advogado para receber Bitcoin de volta do Atlas Quantum? Comente sobre o Dossiê entregue ao deputado federal Aureo Ribeiro e compartilhe esta notícia no Facebook.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos mais tarde. Já trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas, sendo que atualmente é um dos colaboradores do BeInCrypto.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá