ECOS Cloud Mining – uma boa maneira de ganhar BTC diariamente ou só hype?

Compartilhar Artigo

Antes da análise detalhada de mineração em nuvem da ECOS, é preciso examinar o fato de que essa forma de mineração é um investimento altamente especulativo. Uma grande parte de todas as plataformas de mineração em nuvem são fraudes ou, pelo menos, enganam usuários desavisados, prometendo retornos altos que não condizem com a realidade. Portanto, é muito importante que cada usuário avalie cuidadosamente a legitimidade de uma plataforma antes de investir qualquer dinheiro nela.

Patrocinados



Patrocinados

É neste quesito que a ECOS parece ter uma vantagem sobre a maioria de seus concorrentes. Conforme observado até agora, ela é atualmente uma das poucas soluções na indústria que pode genuinamente reivindicar um grau relativamente alto de confiabilidade.

Neste review, analisamos mais de perto os tipos de serviços de mineração que a ECOS oferece, sua segurança e confiabilidade, custos e, o mais importante, se ela é uma escolha certa para os seus adeptos.

Patrocinados



Patrocinados

ECOS Cloud Mining – uma Visão Geral

A ECOS já existe há quase quatro anos. Trata-se de uma plataforma global, com sede na Armênia, operando assim na Zona Econômica Livre (FEZ) em Hrazdan, um lugar projetado especificamente para promover startups de alta tecnologia que lidam com tecnologias inovadoras. Na verdade, a ECOS foi a principal entidade a assinar o acordo com o governo da Armênia para a criação da FEZ.

Sendo sediada na FEZ, a empresa não precisa gastar capital em direitos aduaneiros de importação e exportação. Além disso, não precisa se preocupar com impostos sobre lucros, imóveis ou IVA.

A eficiência operacional e a lucratividade da plataforma ganharam um novo impulso em 2018, quando foi firmado um acordo estratégico com a Usina Térmica de Hrazdan. Sob este acordo, a usina Hrazdan começou a fornecer 200 MW de eletricidade para os data centers da ECOS.

Como é possível observar, a mineração em nuvem da ECOS pode ser considerada como uma plataforma legítima, combinando recursos que fazem sentido para os negócios.

Também vale destacar que desde o seu lançamento, em 2017, a ECOS desenvolveu um ecossistema completo que consiste em uma carteira de criptomoedas, uma exchange e, obviamente, uma plataforma de mineração em nuvem. 

ECOS Cloud Mining: Primeiros passos

A mineração em nuvem ECOS está disponível em três variantes, incluindo um aplicativo web e apps para Android e iOS. É improvável que a facilidade de uso seja um problema, mesmo para usuários inexperientes, pois a empresa parece ter feito uma tentativa especial para tornar os aplicativos práticos e diretos ao ponto.

O processo de registro é bastante simples e pode ser resumido nas seguintes etapas:

  • Preencha um formulário de registro básico que dificilmente leva mais de um minuto para ser concluído;
  • Abra a aba “Capacidade de compra”;
  • Navegue por todas as opções disponíveis para verificar o contrato que melhor atenda ao orçamento e requisitos desejados. A calculadora de lucratividade é precisa e oferece uma visão útil de quanto investimento é necessário para atingir as metas de lucro diárias ou semanais;
  • Depois de feita a escolha, clique no botão “Comprar agora”. Não esqueça de revisar os parâmetros do contrato antes de passar para a próxima etapa;
  • Escolha qualquer forma de pagamento e pague pelo contrato.

Desde abril de 2021, a ECOS oferece suporte a depósitos via cartão de crédito Visa e MasterCard, além de BTC, ETH, LTC e XRP.

O que os usuários podem realmente esperar

A ECOS afirma ter data centers que podem hospedar centenas de milhares de plataformas de mineração de alto desempenho com infraestrutura associada. A empresa assinou um acordo com a maior fabricante mundial de plataformas de mineração, a Antminer, para fornecer equipamentos diretamente de suas instalações.

Atualmente, a empresa afirma usar principalmente o principal produto da Antminer, o S19 Pro. Por outro lado, a ECOS também é fornecedora de produtos da Bitmain.

A plataforma não oferece pacotes de tarifas gerais. Ao vez disso, ela permite que os usuários personalizem seus contratos da maneira que desejarem. A empresa ainda afirma que permite que os usuários comecem a minerar o BTC com um investimento inicial de apenas US$ 49.

Em geral, existem dois tipos de contratos disponíveis – um com taxa de serviço e outro sem taxa.

Os contratos com taxa de serviço exigirão que cada usuário pague mais pela eletricidade, plataforma de mineração, monitoramento e manutenção da infraestrutura, internet e software, entre outras coisas. 

As taxas dependem principalmente dos parâmetros do contrato escolhido. Obviamente, quanto mais alta a taxa de hash escolhida, mais altas serão os pagamentos. Enquanto isso, os contratos sem taxas de serviço incluirão todos os custos relevantes antecipadamente.

Quanto à lucratividade, os retornos dependem de uma variedade de fatores, incluindo os TH/s e a duração do contrato, o modelo da plataforma de mineração selecionada, o custo da eletricidade e, claro, o preço em dólar do Bitcoin no dia determinado.

O limite mínimo de pagamento é 0,001 BTC, que, no momento desta matéria, está um pouco acima dos US$ 50. Isso significa que para retirar fundos para uma carteira externa, os usuários devem ter feito pelo menos 0,001 BTC. Além disso, é preciso pagar a taxa para efetuar essa transação. No geral, este é um valor razoável e a maioria dos usuários não parece ter problemas com ele.

Prós e Contras

Prós

  • A mineração em nuvem ECOS é uma plataforma legalmente estabelecida com um histórico transparente até o momento;
  • A parceria estratégica da plataforma com um fornecedor de eletricidade a torna operacionalmente mais eficiente e também mais lucrativa;
  • Plataformas de mineração poderosas;
  • Por estar em uma FEZ, ela recebe muitos incentivos fiscais, que beneficiam os seus usuários;
  • ECOS também traz um ecossistema completo de serviços de criptomoedas, incluindo uma carteira e uma exchange;
  • Suporte ao cliente 24 horas por dia, sete dias por semana;
  • Baixo investimento inicial – é possível começar com apenas US$ 49;
  • Dados em tempo real sobre a atividade de mineração.

Contras

  • Suporta apenas mineração de Bitcoin;
  • O site de mineração em nuvem ECOS poderia ser mais rico em informações, para que os novos usuários entendam melhor a plataforma.

Considerações finais

Em síntese, a legalidade é um dos pontos mais fortes da ECOS. A empresa tem um histórico legítimo de negócios com organizações públicas e privadas. Ela até liderou o lançamento de uma FEZ na Armênia com a ajuda do governo local. Esses feitos separam a plataforma das empresas de mineração em nuvem comuns.

Alguns comentários negativos feitos por alguns usuários insatisfeitos surgiram durante a análise do histórico do ECOS. Não se pode de forma alguma minimizar as queixas desses usuários, no entanto, também deve-se destacar que, na busca de uma plataforma de mineração em nuvem, a ECOS parece ser uma das poucas opções legítimas para se considerar.

Por fim, a ECOS está oferecendo um contrato de teste (0,5 TH/s por 30 dias) a novos usuários para que possam testar a plataforma antes de investir seu capital na empresa.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Patrocinados
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Shilpa is a network engineer and management graduate who is deeply passionate about artificial intelligence and blockchain technology. She has been associated with several leading science & tech publications throughout her career as a journalist and columnist. Full-time foodie, semi-skilled musician, wannabe novelist.

SEGUIR O AUTOR

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

BIT. 8 milhões de BITs em prêmios. Três rodadas; Montanhas de prêmios.

Entrar agora