Ei Nerd: canal do YouTube com 10,8 milhões de inscritos é nova vítima do ‘hack da Ripple’

Compartilhar Artigo

O canal de cultura pop no YouTube Ei Nerd foi hackeado para transmitir uma live de falsa doação de XRP que servia como isca para roubar cripto.

Outro canal brasileiro do YouTube foi alvo de um ataque hacker que usa a Ripple como isca. O Ei Nerd, canal de cultura pop com mais de 10 milhões de inscritos, passou a exibir um banner da empresa americana de criptomoedas para aplicar o famoso golpe do airdrop.

O youtuber Peter Jordan, dono do canal, avisou sobre o incidente na tarde de domingo (13).

Mais tarde, Jordan publicou um vídeo no qual explicou como tudo aconteceu. Segundo ele, sua assistente recebeu uma proposta de parceria para supostamente divulgar o jogo de videogame Cyberpunk 2077

A minha equipe comercial recebeu uma proposta pra fazer uma campanha de um game, do Cyberpunk 2077. Minha equipe comercial pediu pro meu sobrinho fazer um teste no meu computador pra fazer se o arquivo que eles mandaram funcionava.

Ao executar o arquivo, um vírus teria tomado conta do computador e interceptado senhas gravadas no navegador. Com os dados em mãos, os hackers teriam, então, se apoderado da conta do youtuber no Google. O canal Ei Nerd e outros cadastrados no mesmo perfil, portanto, também ficaram inacessíveis.

Ataque ao Ei Nerd espelha invasão a outro canal de YouTube para evento da Ripple

Canal Ei Nerd foi hackeado para live de falso giveaway de XRP

Não é a primeira vez que youtubers brasileiros são alvos de ataques como esse. No final de outubro, outro canal também de cultura pop chamado Território Nerd também foi hackeado. Assim como no caso do Ei Nerd, os invasores propuseram uma suposta parceria para encorajar a instalação do vírus responsável pelo roubo de credenciais.

Além disso, o objetivo do hack parece ter sido o mesmo. Nos dois casos, os canais tiveram a identidade visual modificada para se parecer um canal da Ripple Foundation.

Em seguida, começaram a transmitir uma live de um falso evento de distribuição de criptomoedas XRP. Usuários clicam na esperança em ganhar XRP de graça e enviam criptomoedas para uma carteira para, supostamente, receberem o valor dobrado. O endereço, no entanto, é controlado pelos hackers, que nunca devolvem o montante prometido.

Canal brasileiro Território Nerd foi hackeado em outubro para espalhar golpe usando nome da Ripple

O passo a passo indica que a intenção dos invasores é aproveitar o alcance do canal hackeado para transmitir lives de falsos airdrops de XRP, a criptomoeda da Ripple. No entanto, não parece haver um foco específico em canais brasileiros. O golpe do falso giveaway ocorre também em outros países com o mesmo objetivo.

Do mesmo modo, a Ripple não tem relação com esses ataques. Os hackers, afinal, usam o nome da empresa apenas como isca para atrair o clique de usuários menos atentos.

No fechamento da matéria, o canal Ei Nerd mantinha seus 10,8 milhões de inscritos. O perfil, no entanto, já foi desativado. Segundo o dono, Peter Jordan, ele tem um pedido de restabelecimento da conta em andamento junto ao Google.

Share Article

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá