Elon Musk bate de frente com Peter Schiff: ‘você também deveria ter cripto’

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Elon Musk criticou Bitcoin ao comentar fala de CEO da Binance.

  • Peter Schiff tentou aproveitar a onda para falar mal do BTC mais uma vez.

  • No entanto, defensor do ouro acabou levando resposta do CEO da Tesla.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Peter Schiff tentou aproveitar fala de Elon Musk para criticar o Bitcoin mais uma vez, mas recebeu resposta direta do CEO da Tesla.



Elon Musk saiu em defesa do Bitcoin e criticou Peter Schiff, o investidor conhecido por ser um forte crítico das criptomoedas e apoiador do ouro como reserva de valor.

Na madrugada deste sábado, Musk respondeu a um comentário de Schiff no Twitter dizendo, entre outras coisas, que ele “também deveria ter criptomoedas”.



A discussão teve origem em um comentário de Musk sobre uma fala de Changpeng Zhao, CEO da Binance. Na última sexta-feira (19), Zhao mencionou em entrevista à Bloomberg que estava “surpreso” com o apoio público de Musk à Dogecoin. Para o executivo, a surpresa viria do fato de, pouco depois, a Tesla anunciar a compra de US$ 1,5 bilhão em Bitcoin.

Musk respondeu ao comentário dizendo que “ter Bitcoin é apenas uma forma menos burra de ter liquidez em comparação com dinheiro”. Além disso, pontuou que a aquisição de BTC já seria “aventureira demais para uma empresa da S&P500” em referência a principal índice acionário dos EUA.

No entanto, o motivo que levou o embate com Schiff veio depois: Musk chamou o Bitcoin de “quase tão ruim quanto dinheiro”.

Para ser claro, * não * sou um investidor, sou um engenheiro. Eu nem mesmo tenho ações negociadas publicamente além da Tesla. No entanto, quando a moeda fiduciária tem juros reais negativos, só um tolo não procuraria outro lugar [para alocar riqueza]. Bitcoin é quase tão ruim quanto dinheiro fiduciário. A palavra-chave é “quase”.

Peter Schiff entra na onda de Elon Musk para defender ouro e leva resposta

Conhecido por dizer que o Bitcoin é uma bolha, Peter Schiff aproveitou uma aparente crítica de Musk para elogiar o ouro. Schiff tuitou, então, que o metal precioso seria a solução porque, nas suas palavras, seria melhor que BTC e dinheiro fiduciário.

De acordo com @elonmusk “Bitcoin é quase tão ruim quanto dinheiro fiduciário.” Então Musk considera Bitcoin e fiat são ruins. Eu concordo, só acho que o Bitcoin, que é um dinheiro digital, é ainda pior do que o dinheiro em papel emitido pelos bancos centrais. O ouro não é ruim. É dinheiro real e melhor do que ambos!

Foi quando Musk entrou em cena e deixou claro que, apesar de criticar Bitcoin, ainda considera que criptomoedas são muito melhores do que o ouro. Entre seus argumentos está, por exemplo, o problema de transporte e custódia do metal.

Um e-mail dizendo que você possui ouro não é o mesmo que possuir ouro. Você também deveria ter criptomoedas. O dinheiro é apenas um dado que nos permite evitar o inconveniente da permuta. Esses dados, como todos os dados, estão sujeitos a latência e erro. O sistema irá evoluir para algo que minimize ambos.

Dito isso, BTC e ETH de fato parecem caros LOL.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá