Elon Musk: ‘Governos não podem destruir criptomoedas’

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Elon Musk: "Acho que não é possível destruir criptomoedas, mas é possível que os governos desacelerem seu avanço."

  • O bilionário destacou que o governo dos Estados Unidos deve evitar regulamentar o mercado cripto.

  • O CEO da SpaceX também se referiu à natureza descentralizada das criptomoedas, o que pode representar um desafio para o governo chinês.

  • promo

    BIT: 8 milhões de BITs em prêmios. Três rodadas; Montanhas de prêmios. Entrar agora!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O CEO da Tesla e da SpaceX, Elon Musk, aponta que é impossível que as criptomoedas sejam destruídas.

Patrocinados



Patrocinados

Durante a Code Conference, realizada em Beverly Hills, o polêmico bilionário apontou que o governo dos Estados Unidos deve evitar regulamentar o mercado de criptomoedas, conforme relatado pela CNBC:

“Acredito que não seja possível destruir as criptomoedas, mas é possível que os governos desacelerem seu avanço.”

Patrocinados



Patrocinados

Os comentários do CEO da Tesla vieram em resposta a uma pergunta feita pela colunista do New York Times Kara Swisher. Após ser questionado se o governo dos Estados Unidos deveria se envolver na regulamentação do mercado cripto, Musk opinou:

“Eu diria: ‘Não faça nada’.

Restrições da China contra criptomoedas

Nos últimos dias, a postura anti-cripto do governo chinês se intensificou. O Banco Popular da China (PBoC) declarou ilegal qualquer forma de comércio envolvendo criptomoedas no país.

Além disso, o governo bloqueou os principais sites relacionados a criptomoedas na terça-feira (28), incluindo o CoinGecko, CoinMarketCap e TradingView.

Na opinião de Elon Musk, a forte repressão do gigante asiático se deve a “problemas importantes de geração de eletricidade”:

“Parte disso pode ser devido à falta de eletricidade em muitas partes da China. […] Grande parte do sul da China no momento está passando por quedas de energia aleatórias, porque a demanda por energia é maior do que o esperado. […] A mineração de criptomoedas pode ter um papel nisso ”.

O ano de 2021 foi caracterizado pela execução de políticas anti-Bitcoin pelo governo chinês. Um dos setores mais afetados foi justamente o de mineração. Essas restrições podem ser vistas como resultado das promessas do governo local de se tornar neutro em carbono até 2060.

Reduzindo o poder dos governos

Elon Musk também fez referência à natureza descentralizada das criptomoedas, o que pode representar um desafio para o governo chinês:

“Suponho que as criptomoedas tenham como objetivo fundamental reduzir o poder de um governo centralizado. […] Eles não gostam disso ”.

Por último, o bilionário expressou seu otimismo sobre o papel atual e futuro das criptomoedas. No entanto, ele observou que elas não têm todas as respostas para os males da sociedade:

“Acho que há algo de valor nas criptomoedas, mas não diria que é a segunda vinda do Messias.”

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Patrocinados
Share Article

Luis é um jovem venezuelano que acredita firmemente no criptoespaço como a nova economia libertadora do século XXI. Habitante da cidade de Guarenas, contribui apaixonadamente desde 2019 com a tradução e redação de notícias sobre criptomoedas. Bacharel em Educação em Ciências Naturais (Cuba, 2012) e Mestre em Educação Ambiental (Venezuela, 2018). Gosta de línguas e apoia o conceito de educação continuada e permanente.

SEGUIR O AUTOR

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

BIT. 8 milhões de BITs em prêmios. Três rodadas; Montanhas de prêmios.

Entrar agora