Elon Musk manipula o Bitcoin? Analistas brasileiros opinam

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Bitcoin (BTC) chegou a cair mais de 15% após Tesla deixar de aceitar a criptomoeda como forma de pagamento.

  • O BeinCrypto ouviu o que analistas, investidores e CEOs de empresas do mercado brasileiro de criptomoedas.

  • Crescem as suspeitas de que Elon Musk tem manipulado o preço da moeda a seu favor.

  • promo

    Participe da nossa comunidade gratuita no Telegram e obtenha sinais de trade e análises de criptomoedas todos os dias!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O BeinCrypto ouviu de especialistas, investidores e CEOs de companhias inseridas no mercado brasileiro de criptomoedas o que eles pensam sobre a influência e os efeitos das últimas declarações e decisões de Elon Musk no Bitcoin (BTC).

Patrocinados



Patrocinados

Os investidores e entusiastas do Bitcoin foram pegos de surpresa durante a noite desta quarta-feira (12), devido a um anúncio inesperado que Elon Musk publicou em seu Twitter oficial: a Tesla deixaria de aceitar a criptomoeda como forma de pagamento, supostamente devido aos impactos ambientais causados pela mineração.

A notícia logo impactou o preço do ativo, que chegou a cair mais de 15% em apenas algumas horas, segundo o CoinGecko. Além disso, tanto Elon Musk e Bitcoin figuraram entre os principais assuntos comentados do Twitter, com diversas críticas sendo feitas ao empresário.

Patrocinados



Patrocinados

Uma das pessoas que criticou a decisão da Tesla de deixar de aceitar o Bitcoin foi o economista Fernando Ulrich. O autor do livro Bitcoin: a moeda na era digital destacou em seu Twitter os reais problemas ambientais que a Tesla deveria considerar:

Com tudo isso vindo à tona nas últimas horas, diversos especialistas e referências no mercado cripto brasileiro foram convidados a opinar sobre a forte relação de Musk com os preços do ativo, suas intenções neste mercado e quais os próximos passos que podem ser vistos no preço do Bitcoin.  

Vulnerabilidade do mercado a influenciadores

Um dos pontos que mais tem chamado a atenção é o poder de influência que Elon Musk consegue ter sobre o preço de diversos ativos no mercado financeiro. Apesar do empresário ser atualmente o homem mais rico do mundo, e de sua companhia, a Tesla, uma das mais conhecidas no planeta, é surpreendente como uma simples declaração sua consegue surtir grande impacto numa criptomoeda que possui quase US$ 1 trilhão em capitalização.

Ricardo Dantas, CO-CEO da exchange Foxbit, destacou que noticiais envolvendo o empresário tem tido o efeito de fazer mercado tanto subirem, como caírem rapidamente. Segundo ele, isso já foi visto anteriormente não apenas no Bitcoin, mas em outros ativos como a Dogecoin (DOGE) e as próprias ações da Tesla.

O CEO da consultoria especializada em blockchain Fastblock, Bernardo Schucman, destacou que essas alterações repentinas nos preços de ativos financeiros causadas por grandes influenciadores em redes sociais é algo que veio para ficar, e que traders e investidores precisam se adaptar a isso.

“Elon Musk, além de empreendedor é um dos grandes “influenciadores” do Twitter. Essa nova geração de influenciadores vem se mostrando muito eficiente em gerar resultados a curto prazo diretos nos preços de ativos líquidos como GameStop e Dogecoin.

Para ele, esse não é um fenômeno que impacta só o Bitcoin, e por isso o mercado financeiro tem que se adaptar. “Acredito que o Bitcoin já mostrou resiliência em momentos mais críticos para o ativo”, avalia.

Elon Musk está manipulando o mercado?

O CEO da Tesla começou a ganhar destaque no mercado de criptomoedas através das suas redes sociais, muitas vezes com comentários irônicos sobre o BTC ou a DOGE. Entretanto, à medida que suas publicações passaram a se tornar mais otimistas em relação a esse ramo, grandes impactos foram vistos nos preços destes ativos, levando outras celebridades a fazer o mesmo.

Devido a isso, cada vez mais cresce suspeitas de que Elon Musk tem usado da sua influência para manipular os preços dos ativos em benefício próprio e de suas companhias.

Vinicius Frias, CEO da fintech Alter, destaca que há indícios de manipulação feita pelo empresário.  

“No meu entendimento, há indícios de manipulação de mercado, tanto para cima quanto para baixo. O investidor, principalmente de varejo, deve ficar atento a isso.”

Já, o Diretor da Binance no Brasil, Ricardo da Ros, indica que por mais que questões relacionadas ao meio ambiente tenha sido as justificativas de Musk sobre o recuo da Tesla, outras questões não mencionadas devem ter influenciado sua decisão.  

“O que aconteceu com o preço do Bitcoin depois do anúncio da Tesla apenas reforça que ainda estamos muito cedo na evolução da moeda, que tem um longo caminho pela frente. O motivo do anúncio foi o Meio Ambiente, porém é provável que outras razões também tiveram papel importante, mas não foram divulgadas.”

Outro que destaca o curioso “roteiro” do empresário no mercado de criptoativos é Felippe Percigo, que além de ser investidor do ramo, disponibiliza conteúdos educativos sobre blockchain e criptomoedas em suas redes sociais e canal no Youtube.

Ele ainda diz que não ficaria surpreso se num futuro próximo, caso a criptomoeda assumisse uma forte tendência de baixa, Musk venha a público afirmar que todos os seus comentários não passavam de uma brincadeira.

Bitcoin pode cair ainda mais?

No fechamento da matéria, o Bitcoin era cotado a aproximadamente US$ 48.660, se recuperando parcialmente da mínima US$ 45.500 registrada na madrugada desta quinta-feira.

Dessa forma, a queda pode ser interpretada como apenas uma correção na tendência de alta da criptomoeda. Percigo destaca que outros fatores, como o aumento da taxa de juros nos Estados Unidos também impactaram para a desvalorização que o Bitcoin tem realizado neste mês de maio.

Porém, ele afirma que ainda vê o ativo fazendo novas máximas nos próximos meses

“Não acredito que estamos em tendência de baixa. Acredito que o Bitcoin vai continuar subindo nos próximos seis meses, para aí sim, correções mais fortes virem a acontecer”.

Por mais que a comentários negativos de grandes influenciadores possam causar novas quedas do preço do ativo, isso tende a ser menos visto no futuro.

Segundo o CEO da Rispar, Rafael Izidoro, a crescente entrada de grandes instituições neste mercado tende a frear o impacto que pessoas como Musk tem tido no mercado.

“Elon Musk é considerado o maior empreendedor da atualidade, e com certeza tem bastante influência quando opina sobre um determinado ativo. Esta situação será cada vez menos impactada ao passo que a adoção institucional continue acelerando, como temos acompanhado recentemente”.

Bernardo Teixeira, CEO da corretora BitcoinTrade, considera que o preço do Bitcoin caiu mais por medo do mercado. Ele não vê com receio o cancelamento dos pagamentos em cripto porque, principalmente, a Tesla não irá se livrar dos seus bitcoins. No entanto, ele também não concorda com o posicionamento de Musk sobre a mineração

“Na minha visão, a Tesla comete um erro ao chegar nessa conclusão, já que o BTC e outros protocolos de proof-of-work (prova de trabalho) ajudam a comercializar energia renovável de sobra em lugares remotos.  Em relação aos fundamentos do Bitcoin e sua tendência de alta a médio e longo prazo, nada mudou!”

Nesta quinta-feira, a MicroStrategy anunciou a aquisição de mais US$ 15 milhões no ativo, demonstrando que grandes empresas ainda depositam fé no Bitcoin, apesar do recuo da Tesla.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Patrocinados
Share Article

Anderson atua como redator para o BeInCrypto, escrevendo sobre as principais notícias sobre o criptomercado e economia em geral. Antes de entrar para a equipe brasileira do site, ele participou de projetos relacionados a trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados a criptomoedas. Formando em Administração, está cursando pós graduação em Investimentos e Blockchain pela EA Banking School.

SEGUIR O AUTOR

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora