Empregadores Ainda Estão Interessados ​​em Talentos de Criptomoeda, Apesar das Flutuações de Preços

Compartilhar Artigo

Os preços das criptomoedas testemunharam altos e baixos significativos nos juros ao longo dos anos. Por tudo isso, o número de empregos em criptomoedas tem aumentado constantemente.



Em 7 de novembro, a popular lista de empregos e plataforma de rede Indeed publicou sua análise no atual Mercado de trabalho de Bitcoin. De acordo com os dados, houve um aumento de 1.457% na participação de empregos de criptomoeda por milhão  nos últimos quatro anos. Isso é esperado, já que o mercado amadureceu ao longo dos anos com o aumento de investidores institucionais e grandes empresas de tecnologia fazendo incursões no setor de blockchain.



A entrada de grandes empresas de tecnologia e criptomoedas

Como é de se esperar, o aumento se deve principalmente ao fato de que houve um ressurgimento no nível de interesse em criptomoedas. Indivíduos, investidores institucionais e algumas das maiores empresas do mundo demonstraram interesse em criptomoedas de alguma forma, com a adoção mais popular desses ativos como método de pagamento.

O gigante da mídia social Facebook anunciou recentemente seus planos de lançar seu Libra stablecoin em junho de 2020. Mas, antes disso, ele havia reforçado sua equipe com profissionais experientes de blockchain de todo o campo.

Square, o processador de pagamentos, fundado pelo chefe executivo do Twitter, Jack Dorsey, também entrou em uma onda de contratação de criptomoedas quando seu Cash App adicionou opções de criptomoeda para seus usuários comprarem e venderem Bitcoin facilmente.

Até julho de 2019, empresas como IBM, Oracle, Amazon, KPMG, Ernst & Young, entre outros, manifestaram a intenção de empregar talentos com experiência e conhecimento nos campos de criptomoeda e blockchain .

Agências governamentais não são deixadas de fora

Embora o setor privado tenha dominado a parcela de interesse em talentos de criptografia, o tio Sam não foi deixado de fora. No início desta semana, o Federal Reserve dos Estados Unidos publicou uma oferta de emprego para um gerente de pagamentos de varejo para ajudar a liderar sua pesquisa em ativos digitais, stablecoins e tecnologia de contabilidade distribuída.

Outras agências fizeram movimentos semelhantes. A Comissão de Valores Mobiliários postou uma vaga de emprego para um especialista em criptomoeda em abril, na esperança de encontrar alguém para atuar na capacidade de um consultor de advogado em tempo integral à sua Divisão de Negociação e Mercados.

A lógica para tudo isso é bastante clara. As empresas privadas que desejam se aventurar no espaço de ativos digitais precisarão das melhores mãos para lidar com essa mudança, enquanto o governo também precisará garantir que as pessoas certas estejam liderando seus esforços no fornecimento de regulamentos e supervisão.

É claro que, dado o escopo de seu trabalho, é amplamente esperado que o setor privado contrate mais especialistas em criptomoeda do que governos.

Você acredita que podemos ter uma retomada na alta de empregos através de tecnologias blochckain aqui no Brasil? Deixe nos comentários a sua opinião! Aproveite para compartilhar com a gente no Twitter!


Imagens cortesia da Shutterstock.


Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Com formação em ciências e redação, Alice começou a escrever profissionalmente há 7 anos. Desde então, ela tem aprendido, investido e escrito sobre criptomoedas e tecnologia blockchain para algumas das maiores publicações do setor. Atualmente, compõe a equipe de jornalistas Brasil da BeInCrypto.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá