Empresa de Portugal vai permitir que população use bitcoin para pagar contas de luz

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • A fornecedora de energia Luzboa vai permitir que seus clientes usem bitcoin para pagar as contas de luz.

  • Com a novidade, a companhia quer atrair a nova geração interessada nos ativos digitais.

  • Uso de criptomoedas em Portugal triplicou depois da pandemia do Covid-19.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Os portugueses terão mais uma forma de colocar em uso prático suas criptomoedas. Agora, para pagar a conta de luz no final do mês.



A novidade partiu da Luzboa, uma fornecedora de energia da cidade de Viseu, em Portugal.

A empresa atua no mercado “liberalizado” de energia, onde vários operadores podem concorrer livremente no setor, determinando seus próprios preços e neste caso, formas de pagamentos. 



Dessa forma, a empresa Luzboa vai começar a incluir o bitcoin como uma forma de pagamento válida para responder ao aumento de interesse da população pelos ativos digitais.

Conforme explicou ao portal Expresso o presidente da Luzboa, Pedro Morais Leitão, a empresa tem consciência das particularidades do bitcoin, mas que mesmo assim acredita que um eventual risco pode valer a pena.

“Conhecemos a volatilidade da moeda, mas estamos preparados para assumir algum risco. Há uma nova geração com interesse pelas criptomoedas. Estamos a querer dar uma oportunidade para que se use novos meios de pagamento.”

Em média, serão mais de 5 mil clientes residenciais da companhia que poderão pagar suas contas de luz utilizando bitcoin.

Apesar de ser uma empresa relativamente pequena, a Luzboa é fornecedora de energia de entidades importantes, como por exemplo a Universidade de Lisboa e os municípios de Viseu e Pinhel.

Pagamento em bitcoin será convertido para euro

A empresa destaca que o bitcoin será utilizado apenas como forma de pagamento. Ou seja, no momento que a empresa receber a fatura paga do cliente, ela vai liquidar instantaneamente os ativos, convertendo em seguida para euro.

Atualmente, a companhia está trabalhando na sua própria carteira de bitcoin. Dessa forma, os usuários vão poder enviar os ativos direto ao endereço, assim como fazem em uma transação comum. A ideia é que os pagamentos em cripto estejam disponíveis ainda neste mês de fevereiro. 

Cresce o interesse por criptomoedas em Portugal

Para habilitar o uso de bitcoin nos pagamentos de contas de luz, a Luzboa afirmou que o interesse dos portugueses pelas criptomoedas cresceu no último ano.

O líder da área de criptomoedas do banco digital Revolut, Ed Cooper, concorda com essa afirmação. De acordo com ele, o uso de criptoativos em Portugal triplicou depois da pandemia do Covid-19.

Em entrevista ao portal Observador, ele conta:

“Durante os primeiros dois meses do confinamento, no ano passado, triplicamos o número de clientes que transacionam criptomoedas em Portugal. Se compararmos janeiro de 2020 e janeiro de 2021, o número de utilizadores que negociam criptomoedas quase quadruplicou.”

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Saori Honorato é jornalista e para o BeInCrypto escreve sobre os principais acontecimentos do universo das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá