Enquanto o Bitcoin comemora novas altas, o dólar cai ainda mais

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • O índice do USD mostra uma queda de 7% no acumulado do ano, caindo abaixo de 90 pela primeira vez em 2,5 anos.

  • Com a incerteza socioeconômica global e o aumento da inflação, o dólar americano sofreu um golpe.

  • O Bitcoin subiu quase 350% este ano, ao receber mais atenção do mainstream como uma proteção contra a inflação e reserva de valor.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O índice do USD caiu abaixo de 90 pela primeira vez desde abril de 2018, uma baixa de 2,5 anos para a moeda de reserva mundial.

À medida que o mundo e, especificamente, os Estados Unidos da América continuam a sofrer com a turbulência econômica generalizada, a incerteza geral e o aumento da inflação, o dólar americano sofreu um golpe considerável em seu valor.



Ao longo deste ano, o índice USD caiu aproximadamente 7%, de cerca de 97 para seu nível atual de 89,96.

Gráfico DXY por TradingView

Enquanto as moedas fiduciárias globais lutam sob as atuais condições socioeconômicas, as criptomoedas como o Bitcoin estão experimentando o efeito oposto.

Hedge contra a inflação

Enquanto as moedas fiduciárias globais passam por dificuldades e enfraquecimento históricos, o Bitcoin está vendo exatamente o oposto.

Desde o início de 2020, o valor do Bitcoin subiu quase 350%, com sua capitalização de mercado aumentando de $ 120,4 bilhões no início do ano para $ 419,5 bilhões atualmente.

Enquanto o mundo tenta descobrir a melhor maneira de avançar economicamente, o Bitcoin e sua oferta predeterminada e taxa de produção parecem estar proporcionando estabilidade em meio à incerteza.

O bitcoin pode substituir a moeda fiduciária como reserva de valor?

Tradicionalmente, quando alguém deseja estabilidade financeira, eles mantêm ativos “seguros”, como ouro, imóveis ou uma moeda globalmente dominante.

Com uma pandemia global e a economia global paralisada sendo parcialmente sustentada pela inflação fiduciária, muitos usuários e instituições estão começando a ver o Bitcoin como um ativo de tesouraria mais seguro do que suas alternativas.

Existem muitos exemplos de instituições que seguem este processo de pensamento. Um excelente exemplo é a MicroStrategy, que faz parte do Índice S&P SmallCap 600, que possui mais de $ 700 milhões em Bitcoin e tem planos de comprar um $ 650 milhões .

Michael Saylor, CEO da MicroStrategy, decidiu que seria mais seguro para a empresa ter uma parte de suas reservas do tesouro em Bitcoin em vez de USD, pois ele vê o Bitcoin como uma proteção mais forte contra a inflação. Até agora, Saylor parece estar correto, já que o ativo digital continua sua ascensão constante após recentemente ultrapassar seu preço mais alto de todos os tempos .

Embora os movimentos diários de preços não sejam um indicador de força ou usabilidade a longo prazo, o Bitcoin continuou a subir com uma alta diária de quase 20%.

Share Article

A opinião da equipe BeInCrypto em uma única voz.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá