Esta altcoin é a única no top 30 que resiste às fortes perdas de hoje

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Token cresce mais de 1% enquanto Bitcoin cai até 5% nesta tarde

  • Ativo tem histórico ligado a famosa exchange

  • Altcoin usada em jogos também valoriza em meio à queda generalizada

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Enquanto praticamente todo o mercado de criptoativos derrete, uma única altcoin sobe de preço nesta quinta-feira (21). O CoinMarketCap mostra um mar de ativos no vermelho. O Bitcoin despencou mais de 5% e o Ethereum perdeu mais de 6%.



Alguns analistas sugerem que a movimentação de 50 BTC associados a Satoshi Nakamoto tenha assustado o mercado. Um endereço inativo desde 2009 transferiu 40 BTC e, depois, movimentou outros 9,99 BTC.

A queda impactou todas as criptomoedas no top 30 do CoinMarketCap. Até mesmo a stablecoin Tether, com a variação do dólar, perde valor momentaneamente. No entanto, enquanto todas caíam, a altcoin UNUS SED LEO valorizava mais de 2% na tarde desta quinta-feira.



Participe da nossa Comunidade de Trading no Telegram para acessar sinais exclusivos de negociação, conteúdo educacional, discussões e análises de projetos!

O que é a altcoin LEO

Também conhecida apenas como LEO, a criptomoeda é um token da exchang BitFinex. Ela não é exatamente uma stablecoin, mas tem preço atual bastante similar ao da moeda fiduciária americana. Seu maior preço foi em junho de 2019, quando alcançou US$ 2. No fechamento da matéria, ela estava cotada a US$ 1,12.

O ativo foi criado em 2018, quando a iFinex, controladora da BitFinex, teve uma perda nos tribunais na ordem de US$ 850 milhões. A empresa foi acusada da manipular o Tether, criptomoeda lastreada em dólares e títulos.

A ideia era criar uma segunda altcoin para recuperar o caixa perdido e devolver o dinheiro aos investidores ao longo dos anos. Dessa forma, o projeto começou com uma emissão inicial pareada ao Tether. E foi um sucesso imediato. Em um mês, a moeda já movimentava US$ 10,3 bilhões e aumentava o valor de mercado em 80%, entrado no top 20 do CMC.

Atualmente, a Bitfinex gasta 27% do seu lucro para comprar de volta tokens a preço de mercado, queimando as moedas ao final. Essa garantia é vista como um dos principais fatores de atratividade do investidor. Apesar da baixa volatilidade, a confiança de que a BitFinex irá honrar o compromisso e comprar os tokens de volta mantém o preço estável.

Menção honrosa: Tetha

O token Tetha é outra altcoin que chama atenção em meio à queda generalizada de hoje. O ativo é um protocolo de código aberto que alimenta uma rede de streaming descentralizada. As aplicações envolvem o uso na criação de jogos e para recompensas. A gigante chinesa de tecnologia Tencent, por exemplo, usa o token Theta para premiar jogadores do game Ring of Elysium.

Enquanto o criptomercado derrete, a Tetha alcança a posição 35 do CoinMarketCap e cresce mais de 7% nas últimas 24 horas. Uma unidade custa US$ 0,28.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá