“Estagiário” com R$ 53 Mil em Bitcoin no Atlas Quantum Tenta Justiça de Graça

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Distribuição do processo mostra que usuário mora em “área nobre” e teve pedido negado.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Um investidor com R$ 53 mil em Bitcoin no Atlas Quantum tentou garantir a justiça de forma gratuita em um processo movido contra a empresa. Segundo a publicação sobre a ação judicial, o usuário narra ser “estagiário”, ao declarar recursos insuficientes para os custos do processo.



O Atlas Quantum é processado pelo investidor que está com Bitcoin retidos na plataforma. Com saques em atraso que continuam desde o final do primeiro semestre de 2019, a empresa alega ter criptomoedas “presas” em exchanges internacionais. Este seria o motivo por trás dos atrasos em pagamentos com Bitcoin que atinge centenas de investidores.

Justiça nega gratuidade para investidor do Atlas Quantum

O “estagiário” que tentou a gratuidade da justiça não conseguiu obter êxito na solicitação. Desse modo, as custas do processo deverão ser arcadas pelo proponente da ação. De acordo com alegação inicial, o investidor seria estagiário em uma empresa no litoral paulista.



A ocupação “primária” do usuário foi a justificativa apresentada em busca de não pagar pelas custas do processo. Porém, a justiça entendeu que o “estagiário” pode pagar pela movimentação da ação na 2ª Vara Cível do Foro de Santos.

O documento que trata do processo judicial foi distribuído pela comarca nesta última terça-feira (05). Dois dias depois, o pedido de gratuidade foi negado pelo juiz Claudio Teixeira Villar, responsável pela decisão sobre a gratuidade do processo.

“Estagiário” investiu mais de 1 Bitcoin na plataforma

O valor da ação mostra que o investidor possui mais de uma unidade de Bitcoin (BTC) no Atlas Quantum. Sendo assim, a quantia de R$ 53 mil foi também um dos motivos apresentados para a justiça gratuita ser negada neste caso.

Com o aporte considerável investido no Atlas Quantum, o “estagiário” poderia pagar mais de 50 salários mínimos. O montante investido pelo usuário  em criptomoedas foi considerado pela justiça como sendo algo “expressivo”.

Se não bastasse, a justiça ainda citou o local onde o proponente da ação vive em Santos – SP, como motivo para negar o pedido. A publicação mostra que o investidor possui “residência em área nobre da cidade”, o que foi utilizado para indeferir o pedido de gratuidade solicitado pelo cliente do Atlas Quantum.

Após a distribuição do processo e o indeferimento do pedido, a ação judicial pode até ser cancelada. Isso somente acontecerá caso o cliente do Atlas Quantum decidir por não pagar pelas custas do processo que envolve a empresa de arbitragem com Bitcoin. Ou seja, o pagamento referente a ação deverá ser feito em até quinze dias.

Você conhece alguém que está processando o Atlas Quantum em busca de reaver os Bitcoins “presos” na plataforma? Comente sobre esta notícia e compartilhe com os amigos no Twitter!

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Lucas é formado em administração com foco em empresas. Iniciou sua carreira como analista de investimentos para bancos focados no segmento. Após adquirir experiência, em 2015 fundou sua própria startup, focada em gerar tecnologias de segurança para transações financeiras. Concomitantemente, desenvolve seu trabalho e conhecimento financeiro atuando no BeInCrypto, através de análises do setor financeiro de criptomoedas e novas avaliações de novas tecnologias Blockchain pelo mundo.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá