ETF de bitcoin: atrasar aprovação pode ser arriscado, diz autoridade dos EUA

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • A comissária da SEC, Hester Peirce, disse que atrasar ETFs de bitcoin pode ter consequências negativas.

  • Peirce disse que a SEC precisa fornecer maior clareza em relação à regulamentação do mercado cripto.

  • Ela enfatiza que a SEC deve permitir que os investidores de varejo acessem criptoativos de maneira segura e regulamentada.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Hester Peirce, comissária da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC), disse que atrasar ETFs de bitcoin pode fazer com que as pessoas busquem meios mais arriscados e de pouca confiança para investir nessa nova classe de ativos. Ela abordou esta e outras questões em entrevista cedida à Forbes.



Apelidada de “Crypto Mom” (mãe das criptomoedas), Peirce tem a fama de não concordar com a rejeição de aplicações de fundos  negociados em bolsa (ETFs) de bitcoin.  

Para ela, a SEC precisa fornecer informações com mais clareza sobre ETFs do tipo, apesar de concordar com colegas da agência em relação a possíveis fraudes causadas por esses ativos. “Se o pessoal das criptomoedas estiver levantando capital, isso deve ser feito em conformidade com a SEC”, afirmou a comissária. Entretanto, ela admite que não está sempre claro “se estamos lidando com um levantamento de capital ou não”.



Como deve ser um ETF de bitcoin?

As necessidades de uma maior clareza é algo que a comissária enfatizou quando discordou das solicitações de ETF que foram rejeitadas. Para ela, muitos candidatos tentaram analisar as rejeições para entender o que eles precisavam melhorar para estar em conformidade com a SEC. “Também acho que nos colocamos em uma situação difícil ao definir os padrões de aprovação, que são difíceis de serem realizados”, ela admite. 

Peirce sente que o interesse por criptomoedas se tornou tão grande que os investidores estão procurando acessá-las mesmo que não haja meios regulados e com maior segurança. “Seria melhor para nós apenas permitir que eles acessassem esses produtos por meio de negociações em bolsa, com um padrão mais familiar”, afirma. 

Entretanto, ela esqueceu de responder aos questionamentos sobre o processo de abertura de capital (IPO) pendente da Coinbase. Porém, a comissária reforçou o seu ponto sobre o crescente interesse do varejo em criptoativos. “Olha, por que não abrimos uma avenida que é, novamente, mais padronizada para se obter acesso por meio dos nossos mercados?”

Ciclo regulatório virtuoso 

Quando questionada sobre a estratégia da MicroStrategy, de se acumular bitcoins como reserva de valor, Peirce se vê encorajada a atuar no crescente interesse institucional no mercado cripto. Ela afirma:

“O fato de que há muita atividade econômica acontecendo no espaço das criptomoedas significa que você verá mais formas de contato com nossos mercados por meio de empresas públicas que se envolvem de alguma forma com cripto.”

Inevitavelmente, isso elevaria os padrões do setor a serem mais rígidos, o que atrairia, portanto, ainda mais instituições para este meio. A comissária ainda explicou: 

“À medida que as instituições chegam, elas pedem por padrões mais elevados, e, uma vez que esses padrões são implementados, mais instituições entram neste ramo”. 

Este ciclo virtuoso demonstraria a legitimidade dos mercados de criptomoedas e a necessidade de um ETF. Por sua vez, isso deixaria a SEC mais confortável a respeito de um ETF de criptomoedas. 

Recentemente, diversos investidores institucionais, incluindo Cboe, Goldman Sachs e Fidelity Investments, solicitaram a criação de um ETF de bitcoin. 

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Nick is an Oral Communication Skills Professor and Data Science Specialist in Budapest, Hungary with an MSc in Business Analytics. He is a relative latecomer to the field of cryptocurrency and blockchain technology, but is intrigued by its potential economic and political usage. He can best be described as an optimistic center-left skeptic.<a href="mailto:editorinchief@beincrypto.com">Email him!</a>

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá