Ethereum (ETH) pode explodir para US$ 10.500 após superar US$ 1.500, dizem analistas da Fundstrat

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Ethereum pode disparar rapidamente para US$ 10.500 logo após superar máxima.

  • Segundo analistas da Fundstrat Global Advisors, ETH vai subir apoiado no DeFi.

  • Para estrategista, Ethereum é a base da nova geração de computação em nuvem.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Segunda maior criptomoeda do mundo, ETH pode disparar após atingir máxima de US$ 1.440, segundo estrategistas de uma casa de análise.



O Ethereum (ETH) pode estar próximo de protagonizar um dos maiores ralis da história e ver o preço multiplicar sete vezes. Para analistas do firma Fundstrat Global Advisors, dos EUA, o ativo pode ir a US$ 10.500 após superar a máxima histórica, pouco abaixo dos US$ 1.500.

Em um relatório obtido pela Bloomberg, o estrategista da empresa, David Grider, explica que o Ethereum oferece a melhor relação investimento/risco do mundo das criptomoedas.



Impulso na retomada das finanças descentralizadas (DeFi)

A razão do otimismo seria a forte preferência da Ethereum como plataforma para desenvolvimento de aplicações de finanças descentralizadas. Após uma queda forte nesse mercado entre outubro e novembro, projetos DeFi voltam a ganhar tração em 2021.

Segundo dados do monitor DeFi Pulse, o valor em dólares bloqueado em contratos de projetos DeFi saltou cerca de 58% em janeiro, de US$ 15 bilhões para R$ 23,7 bilhões.

Para Grider, a ascensão e consolidação de aplicações DeFi em 2021 tem o potencial de tornar a computação blockchain no futuro da nuvem. Segundo um levantamento da consultoria Research and Markets, o mercado da computação em nuvem crescerá de US$ 371,4 bilhões em 2020 para US$ 832,1 bilhões em 2025.

Traders já apostam em subida do ETH para US$ 20.000 em 2021

Enquanto os analistas da Fundstrat apontam possível subida do Ethereum para US$ 10.500, traders já projetam o dobro desse valor. Na última terça-feira (19), a exchange de derivativos Deribit lançou um novo contrato de futuros para quem quiser apostar no ETH a US$ 20.000 até o dia 21 de dezembro.

O anúncio veio na esteira de um recorde na procura por futuros da criptomoeda. Pela primeira vez, traders posicionaram próximo de US$ 5 bilhões em contratos que apostam na subida ou queda do ativo. O movimento ocorreu enquanto o ETH encostou na máxima histórica próxima dos US$ 1.440 em algumas exchanges.

Antes disso, porém, a criptomoeda deverá se consolidar acima de seu maior preço de todos os tempos. A volatilidade dos mercados nos últimos dias impediu o preço de superar o pico, recuando desde então. A criptomoeda é negociada atualmente na faixa dos US$ 1.280, segundo dados do Coingecko.

O ETH, no entanto, perde menos que o Bitcoin em meio à posse de Biden e incertezas sobre a política expansionista dos EUA. Além disso, o temor de um desmonte da Tether (USDT), principal stablecoin do mundo, abala o apetite do mercado de varejo. O investidor institucional, por outro lado, parece estar com a fome de criptomoedas em dia.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá