Ex-líderes da Unick podem estar atraindo vítimas para nova suposta pirâmide, denuncia Youtuber

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Youtuber aponta que ex-líderes da Unick estão atraindo vítimas para um novo esquema suspeito chamado Money Right.

  • Com o investimento de apenas R$ 20, a Money Right promete rendimento que superam 100 mil reais.

  • A organização, no entanto, se define como uma iniciativa coletiva onde membros ‘doam’ dinheiro um ao outro.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Ex-líderes da Unick Forex, um dos maiores casos investigados de pirâmide financeira do Brasil, podem estar atraindo vítimas para novo esquema suspeito.



Pessoas envolvidas no suposto esquema da Unick que afetou milhares de brasileiros e causou prejuízo de mais de R$ 12 bilhões aos investidores, parecem continuar na ativa.

Dessa vez, através de um programa chamado Money Right, um modelo de negócios de “ajuda mútua”, onde o dinheiro dos novos investidores que entram no sistema, são repassados aos que estão em níveis superiores da cadeia.



Dessa forma, para o investidor ganhar os lucros prometidos, ele deve atrair mais pessoas para o esquema. A denúncia foi feita pelo youtuber Pedro, criador do canal Verdades que Chocam, em um vídeo publicado nesta segunda-feira (11). 

Ele relata que foi um dos milhares de brasileiros afetados pela Unick em 2019. Depois disso, se dedica a denunciar no seu canal outras possíveis fraudes financeiras.

O youtuber conta que ele e outros membros de um grupo de WhatsApp de vítimas da Unick, foram adicionados, sem consentimento, a um grupo de investidores da Money Right.

“Aqueles que vivem de divulgar golpes continuam na ativa e adicionaram várias vítimas a grupos onde os carrapatos tentam aliciá-las. Na época, com exceção do corporativo da Unick, todos se diziam vítimas. Agora a gente vê que na verdade são piramideiros profissionais. Caso não fossem, não estariam oferecendo esse sistema de ‘ajuda mútua’ de uma tal de Money Right.”

De acordo com ele, o fato de envolver pessoas de reputação duvidosa, além do formato do esquema, coloca em dúvida a legalidade do projeto.

Como funciona

Em vídeo de apresentação do projeto no YouTube, a Money Right se define como “sistema inteligente de incentivo a doações espontâneas”.

Conforme a explicação, para o investidor entrar no sistema ele precisa fazer uma doação inicial de R$ 20,00. Em seguida, convidar mais três amigos para subir de nível e receber doações.

Para o usuário atingir o 4º nível do sistema, ele deve trazer 81 pessoas para a Money Right como forma de receber o valor prometido de R$ 106.920,00.

Vídeo de apresentação da Money Right. Fonte: YouTube

Áudios vazados

Em áudio divulgado pelo youtuber, um administrador do grupo chamado Joanir, confessa que ele mesmo já havia perdido dinheiro em nove sistemas de ajuda mútua e pedia paciência aos investidores. Ele afirmava, no entanto, que o projeto iria dar certo uma vez que já possuia mais de 100 mil cadastros.

Além disso, o vídeo também compartilha um áudio enviado no grupo por Adair Bueno, um sócio que teve envolvimento com a Unick Forex em 2019. 

Na sua mensagem, Bueno explica que os investidores podem conseguir lucros mais rápido “criando novos logins” conforme suas condições financeiras, ou trazendo mais pessoas para o sistema.

“Você não vai começar com R$ 20, não fazer nada, e achar que vai ganhar 50 mil reais, 100 mil reais. Isso pode acontecer? Pode, mas em um tempo muito distante. […] Agora, se você tem vontade de crescer e adquirir algo, você pode trazer novos CPFs para a plataforma. Pode colocar o pai, a mãe, a tia, avó, qualquer pessoa acima de 16 anos e assim contribuir para você mesmo receber mais rápido.”

Roleta solidária 

A Money Right, no entanto, não se diz uma empresa e sim uma iniciativa coletiva onde os membros ‘doam’ dinheiro um ao outro.

O formato do programa de ‘Roleta Solidária’, no entanto, reúne uma série de características vistas com frequência em casos suspeitos de pirâmide financeira, baseados em marketing multinível.

Durante a pandemia, uma onda de esquemas de ‘Roleta solidária’ se espalharam em grupos de WhatsApp. Uma moradora de Santa Catarina fez uma denúncia na Polícia Civil dizendo que não apenas perdeu dinheiro, mas também atraiu cerca de 500 pessoas para o esquema fraudulento denunciado por ela.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Saori Honorato é jornalista e para o BeInCrypto escreve sobre os principais acontecimentos do universo das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá