Exchange brasileira vai pagar R$ 10 mil para hacker que encontrar falhas no sistema

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • A exchange BitcoinTrade vai pagar até R$ 10 mil por falha encontrada no seu sistema.

  • Em nova parceria com a plataforma BugHunt, a exchange vai recompensar hackers que busquem vulnerabilidades na sua rede.

  • Em 2020, a BugHunt repassou mais de R$ 100.000 para hackers brasileiros.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

A exchange de criptomoedas BitcoinTrade fechou uma parceria com a plataforma BugHunt para encontrar e neutralizar falhas no seu sistema.



A ideia é fazer tudo isso com a ajuda de “hackers do bem”, que vão buscar possíveis brechas no sistema que possam tornar a plataforma vulnerável a ataques malignos.

Além disso, as exchanges de criptomoedas são alvos favoritos dos hackers. Uma única ofensiva bem-sucedida pode drenar todos os fundos da plataforma, impactando diretamente os usuários que mantém nelas seus ativos armazenados. Em 2020, cerca de R$ 1,6 bilhão de criptomoedas foram roubadas em ataques à exchanges.



Para evitar fazer parte desta estatística, a exchange BitcoinTrade fechou uma parceria com uma plataforma especializada em conectar hackers e empresas, conforme noticiou o Valor Investe.

Criada no ano passado, a BugHunt é uma plataforma onde empresas podem oferecer recompensas para que hackers busquem falhas nos seus sistemas.

Dessa forma, a exchange BitcoinTrade vai pagar até R$ 10 mil por falha encontrada. Ou seja, um hacker tem chance de acumular recompensas quanto mais vulnerabilidades for capaz de encontrar.

A novidade faz parte de uma estratégia da exchange para melhorar a segurança dos seus sistemas e evitar se tornar vítima de um possível ataque hacker no futuro.

Comprada recentemente pela Ripio, a BitcoinTrade é a segunda maior exchange do Brasil e possui mais de 340 mil clientes negociando na sua plataforma.

Recompensar hackers pode ser a solução

Usar o potencial e inteligência de hackers a favor das empresas é uma tendência que está crescendo no mercado cripto. Recentemente, o BeInCrypto noticiou uma das maiores recompensas já dadas no setor. Sozinho, um hacker faturou R$ 8 milhões por descobrir um bug crítico no projeto DeFi ArmorFi.

Entretanto, a ideia de se aliar com hackers no Brasil está apenas começando.  A empresa BugHunt afirma ser a primeira no país a oferecer esse tipo de serviço, conhecido como “bug bounty”. 

Em 2020, a BugHunt repassou mais de R$ 100.000 para hackers brasileiros que encontraram cerca de 750 falhas nas empresas do país. 

Na plataforma da BugHunt, qualquer programador pode se cadastrar e trabalhar em algum programa público. À medida que o usuário melhora sua classificação na plataforma, ele pode entrar para um “time de elite” e ter acesso a melhores ofertas e recompensas.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Saori Honorato é jornalista e para o BeInCrypto escreve sobre os principais acontecimentos do universo das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá