Exchanges descentralizadas batem recorde de negociações em janeiro e alcançam US$ 63 bilhões

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • O volume total de negociações em exchanges descentralizadas alcançou US$ 63 bilhões em janeiro.

  • O número representa mais da metade de todo volume registrado em 2020.

  • A Uniswap é a grande líder de negociações e representa 40% do volume total.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

As negociações em exchanges descentralizadas (DEX) explodiram em janeiro e levou a maioria das plataformas a superar seus próprios recordes.



O volume mensal das principais exchanges descentralizadas alcançou pela primeira vez a marca de US$ 63 bilhões. O novo recorde histórico carrega um peso e tanto, uma vez que chega a ser mais da metade do volume negociado no decorrer de todo 2020. 

Vale destacar que foi justamente no ano passado que as DEX conquistaram seu espaço no mercado com o “boom DeFi”. O recorde de negociações em janeiro mostra que os traders continuam abraçando as opções descentralizadas, e sinaliza que 2021 tem chances de ser um ano ainda melhor para o mercado DeFi.



Volume mensal de exchanges descentralizadas. Fonte: Dune Analytics

De acordo com dados da Dune Analytics, o volume total de negociações em DEX no ano passado foi de cerca de US$ 115 bilhões. 

Os US$ 63 bilhões movimentados em janeiro quebrou o recorde de maior volume mensal já registrado nas exchanges decentralizadas, superando a máxima antiga de setembro de 2020 de US$ 28 bilhões.

Uniswap é a grande líder de negociações 

A Uniswap permanece intocada com a exchange mais procurada pelos investidores que buscam opções descentralizadas na hora de negociar suas criptomoedas.

A plataforma sozinha representa cerca de 40% do volume negociado em todas as DEX em janeiro. Ao todo, foram US$ 25,8 bilhões movimentados na Uniswap neste mês. 

O número também é um recorde para a exchange e chega a ser quase o dobro da máxima anterior. Em setembro de 2020, quando a plataforma registrou um volume de US$ 15,3 bilhões.

UNI, o token nativo do protocolo, também desempenhou bem neste mês, valorizando mais 300% em 2021. Além disso, nesta segunda-feira (1) a UNI registrou uma nova máxima histórica de US$ 20.69. 

Mais concorrência no mercado DEX

No entanto, o mês de janeiro também mostrou que as outras exchanges estão firmes na batalha de diminuir a dominância da Uniswap no mercado DeFi.

A principal plataforma concorrente é a SushiSwap que disparou em janeiro e foi responsável por US$ 12,2 bilhões do volume mensal. O protocolo gerado a partir de um fork da Uniswap continua sugando a liquidez do seu projeto fundador, um movimento visto desde que a SushiSwap surgiu no mercado.

Em terceiro lugar entre as DEX de maior volume vem a Curve com US$ 6 bilhões, seguida da plataforma 0x (US$ 4,9 bi), Balancer (US$ 1,5 bi) e dYdX (US$ 1,5 bi). Todas essas exchanges citadas também quebraram seus recordes de negociações em janeiro de 2021.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Saori Honorato é jornalista e para o BeInCrypto escreve sobre os principais acontecimentos do universo das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá