Executivo de exchange some, leva chaves de carteiras e deixa clientes no prejuízo

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Nenhuma informação sobre quem seria o executivo foi revelada até o momento.

  • Usuários já haviam relatado problemas ao sacar suas criptomoedas desde abril.

  • Exchange confirmou sumiço do CFO.

  • promo

    Participe da nossa comunidade gratuita no Telegram e obtenha sinais de trade e análises de criptomoedas todos os dias!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Em comunicado publicado nesta quarta-feira (5), a equipe da exchange Atomars informou que o seu Diretor Financeiro (CFO) havia sumido, levando com ele os acessos às carteiras digitais da corretora onde estão depositados o dinheiro dos clientes.

Patrocinados



Patrocinados

Conforme o post publicado no site oficial da empresa, o indivíduo, que não teve o nome revelado, além de ser o Diretor Financeiro da empresa, seria o seu principal administrador e teria o acesso a todas as contas de mídias sociais da corretora.

“Lamentamos informar que o administrador da exchange que também é CFO desapareceu com os acessos à carteira e não responde a nenhuma comunicação. Ele também tem acesso a todas as contas de mídia social. No momento, estamos trabalhando com as agências de aplicação da lei para resolver esta situação e fazer tudo como antes.” – informou a equipe da Atomars no comunicado.

Patrocinados



Patrocinados

Notícias como essa reforçam o debate sobre o quão seguras as exchanges de criptoativos são, e sobre a importância de saber identificar quais são confiáveis para administrar o patrimônio dos clientes. Há poucos dias atrás, a exchange turca Thodex também pegou usuários de surpresa, encerrando suas atividades e desaparecendo com as criptomoedas que estavam sob sua custódia.   

Clientes já relatavam problemas há semanas

Clientes da Atomars já reclamavam há dias nas redes sociais. Eles se queixavam da impossibilidade de retirar ativos da plataforma da exchange. Segundo relatos, os problemas haviam começado na terceira semana de abril.

“Quase uma semana e a @AtomarsExchange desapareceu fechando todas as comunicações e NÃO DANDO NENHUMA informação sobre NOSSOS FUNDOS ou o que aconteceu … Os fundos estão travados! – O dinheiro está aí? Que vergonha para o ecossistema”

Outro usuário relatou os mesmos problemas, destacando que além disso, a equipe de suporte da exchange também não estava respondendo os clientes.

“@AtomarsExchange não pode processar retiradas desde a semana passada. Não podemos usar nossas criptomoedas que compramos e ganhamos. A equipe de suporte não responde aos clientes e não faz um anúncio sobre este problema.”

Apesar das reclamações, nenhuma resposta ou anúncio foi feito pela Atomars na rede social aos seus mais de 24 mil seguidores. A última postagem do perfil da exchange foi realizada no dia 23 de abril. Segundo o comunicado desta quarta-feira (5), o motivo é também o sumiço do CFO, que único com acesso à conta.

Atomars

A Atomars é uma exchange sediada nas Seychelles, arquipélago de ilhas perto da costa leste da África. Além de ser mundialmente famosa por suas belas praias, o país é conhecido por ser um paraíso fiscal, possuindo várias vantagens para empresários que desejam abrir offshores.

Segundo dados do Coingecko, a exchange possui uma média de US$ 50 milhões em volume de transações diárias, mais de R$ 268 milhões pela cotação atual. A nível de comparação, esse valor está muito acima da exchange Mercado Bitcoin, considerada uma das maiores do Brasil, que movimenta menos de R$ 200 milhões por dia.

Ainda segundo o site, a Automars possui 146 criptomoedas listadas em sua plataforma, em mais de 300 pares de negociação. Nenhuma informação sobre os principais investidores e diretores da Atomars são disponibilizadas publicamente.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Patrocinados
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Anderson atua como redator para o BeInCrypto, escrevendo sobre as principais notícias sobre o criptomercado e economia em geral. Antes de entrar para a equipe brasileira do site, ele participou de projetos relacionados a trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados a criptomoedas. Formando em Administração, está cursando pós graduação em Investimentos e Blockchain pela EA Banking School.

SEGUIR O AUTOR

Previsões de cripto com o Melhor Canal de Sinais com +70% de acertos!

Entre Agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora