Executivo por Trás Da Libra Entende Riscos Sistêmicos do Projeto

Compartilhar Artigo

Com toda especulação em torno da Libra, o executivo David Marcus desse que a equipe entende os riscos. David e o responsável pela Calibra, carteira de ativos especializada na Libra.



Desde o momento em que foi anunciado o projeto Libra, os reguladores de diversos países vem contestando o projeto. A grande preocupação é que a criptomoeda tire o poder de regular taxas de câmbio das mãos dos países, e por consequência gerar descontrole inflacionário e outros problemas sistêmicos.

Em entrevista divulgada pelo Yahoo Finance, David Marcus disse que a equipe que desenvolve a  Libra está ciente dos pontos de preocupação, e trabalham de forma a minimizar o problema:



“Devemos assumir que há uma chance de que isso possa ter um risco sistêmico e projetá-lo de uma maneira que não possa se tornar um risco sistêmico”

Outra preocupação relevante é que o Facebook realize alguma manobra para tornas os perfis cadastrados do Facebook como usuários da Libra. No entanto, o diretor desmentiu essa afirmação, e ainda alegou que acredita que levará muito tempo até o Facebook conseguir cadastrar tantas pessoas ao ponto que se torne um risco real.

Marcus ainda abordou o tema levantado pelo FED (sistema de Reserva Federal dos Estados Unidos) que propunha a criação de um sistema de pagamentos em tempo real, como forma de gerar uma “concorrência” para a Libra, no entanto não haveria uma nova criptomoeda. O diretor então se limitou a comentar que não acredita que o FED consiga lançar antes de 2023 ou 2024, portanto não é um risco real para a Libra.

Problemas Se Acumulam

Desde o ano passado que o Mark Zuckerberg vem enfrentando problemas na justiça quanto a privacidade dos usuários do Facebook, e isso foi transferido também para a Libra, já se mostrando como uma das principais preocupações dos reguladores.
Marcus disse que a equipe da Calibra trabalha de modo a se tornar um ótimo meio de detecção de lavagem de dinheiro, financiamento ao terrorismo e outros. E ainda fez questão de mostrar que os parlamentares e toda equipe de regulamentação de criptomoedas estão chegando em um ponto de entendimento do real conceito da Libra e Calibra.

“Quero caracterizar as conversas que temos tido com reguladores e bancos centrais de todo o mundo como muito construtivas e produtivas. Em outras palavras, eles investiram muito tempo para entender de onde viemos e o que estávamos tentando fazer.”

Nessa semana, o Facebook encara mais um processo associado a Libra. A empresa Current pode ter aberto um processo contra o Facebook, alegando que cometeu plágio ao criar a logo da Calibra.

Você acredita que o Facebook conseguirá lançar sua criptomoeda? Deixe nos comentários abaixo a sua opinião!

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Com formação em ciências e redação, Alice começou a escrever profissionalmente há 7 anos. Desde então, ela tem aprendido, investido e escrito sobre criptomoedas e tecnologia blockchain para algumas das maiores publicações do setor. Atualmente, compõe a equipe de jornalistas Brasil da BeInCrypto.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá