Square fatura 11 vezes mais com Bitcoin e embolsa US$ 3,51 bilhões

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Square divulgou disparada no faturamento com negócio de Bitcoin.

  • Empresa registrou US$ 3,51 bilhões de compra e venda de BTC na plataforma.

  • Faturamento geral também cresceu e superou expectativas.

  • promo

    Participe da nossa comunidade gratuita no Telegram e obtenha sinais de trade e análises de criptomoedas todos os dias!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

A Square, empresa de pagamentos que comercializa Bitcoin há três anos, divulgou faturamento recorde no negócio de criptomoedas no primeiro trimestre de 2021.

Patrocinados



Patrocinados

Em relatório divulgado na tarde desta quinta-feira (6), a fintech apontou entrada de US$ 3,51 bilhões proveniente da comercialização de BTC no aplicativo. O valor é mais de 11 vezes superior ao registrado no mesmo período do ano passado, quando o faturamento bateu apenas US$ 306 milhões.

A primeira vez que a Square registrou mais de US$ 1 bilhão de faturamento com Bitcoin foi no terceiro trimestre de 2020, coincidindo com o início do movimento de alta de preços do criptoativo. A empresa oferece compra, venda e custódia de Bitcoin há três anos.

Patrocinados



Patrocinados

O recorde vem pouco depois que o serviço chefiado por Jack Dorsey, que também é CEO do Twitter, liberou transferências de Bitcoin entre usuário sem cobrar taxas.

O valor reflete a forte adesão de investidores às criptomoedas na esteira do rali de preços que ocorre principalmente desde dezembro do ano passado. Em 2021, o Bitcoin acumula alta de aproximadamente 93% – mas, ao atingir a máxima perto de US$ 65.000, já mais do que dobrou os US$ 29.000 de 1º de janeiro.

Apesar do sucesso do negócio, a Square lucrou pouco nesse vertical: apenas US$ 75 milhões entraram de fato no caixa da empresa nos primeiros três meses do ano.

No entanto, o desempenho geral da operação está melhor do que nunca e acompanha o bom resultado divulgado por outras empresas de pagamentos digitais, como o PayPal. De janeiro a março, A Square faturou US$ 5,06 bilhões, muito mais que os US$ 3,37 bilhões esperados pelos investidores.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Patrocinados
Share Article

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Sou editor-chefe do BeInCrypto Brazil desde abril de 2021.

SEGUIR O AUTOR

Previsões de cripto com o Melhor Canal de Sinais com +70% de acertos!

Entre Agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora