O imbróglio interno que atualmente afeta a plataforma de troca de criptomoedas OKEx deu outra reviravolta com relatos do fundador da empresa sob custódia policial.

De acordo com um relatório do meio de comunicação chinês Caixin, dado no dia 16 de outubro, fontes internas na exchanges dizem que a polícia prendeu o fundador da OKEx, Star Xu, no início de outubro. Segundo consta, Xu não apareceu para trabalhar nos últimos dias.

Conforme relatado anteriormente pelo BeInCrypto, a OKEx encerrou abruptamente os saques em sua plataforma no dia 16 de outubro. A notícia veio sem nenhum aviso prévio, afundando o preço do Bitcoin (BTC) no processo.

A prisão de Xu provavelmente confirma as especulações de problemas internos na exchange. O CEO da OKEx, Jay Hao, em uma postagem na plataforma de mídia social chinesa Weibo, revelou que os guardiões de chaves privadas na plataforma estavam tendo “problemas pessoais”. De acordo com a mensagem de Hao, os problemas não afetaram as operações da empresa e os fundos do usuário permaneceram seguros.

Advertisement
Continue reading below

Em setembro de 2018, a polícia de Xangai deteve o fundador da OKEx para questioná-lo sobre sua suspeita de envolvimento com o esquema WFEE Coin.

Atualmente, o Bitcoin cai mais de 2% com a notícia do fundador da OKEx sob custódia policial e a plataforma sob investigação. A queda aumenta ainda mais a pressão para baixo para o BTC, depois de enfrentar a rejeição na marca de US $ 11.500.