GamerHash alcança Hard Cap e obtém licença em Malta como a primeira empresa da União Europeia

Compartilhar Artigo

Os mais novos desenvolvimentos na GamerHash e sua GamerCoin (GHX), consolidam sua posição no mercado como a plataforma de referência para os jogadores que desejam alocar o poder não utilizado de seus computadores para a mineração de criptomoedas



Recentemente, a plataforma teve dois grandes motivos para comemorar. O primeiro deles foi atingir Hard Cap na Venda Privada do seu token GamerCoin (GHX), baseado em ERC-20, com 2,8 milhões de dólares. Ao mesmo tempo, a empresa alcançou outro sucesso espetacular – o projeto WhitePaper foi aprovado pela Autoridade de Serviços Financeiros de Malta. Isso quer dizer que o GHX pode se tornar o primeiro token na União Eurpeia a ser incluído no novo ecossistema legal!

Novo capítulo para GamerCoin

A popularidade da plataforma GamerHash entre os jogadores (mais de 500 mil usuários) e a remoção de todas as barreiras tecnológicas para a mineração, bem como marcos futuros cuidadosamente apresentados, fizeram com que os investidores aderissem rapidamente à venda privada. 



O Hard Cap de 2,8 milhões de dólares significa que a venda privada já está fechada e em breve podemos esperar que o token de $GHX seja listado em uma das exchanges de primeira linha. No entanto, a medida para o sucesso do projeto cripto também deve ser visto pelo prisma da transparência e da conformidade legal. Nesse sentido, o desenvolvimento do projeto é inovador, já que GamerHash está abrindo caminho para outras empresas europeias do mercado das criptomoedas.

Malta é amplamente conhecida como uma Ilha Blockchain e um país pró-criptomoedas. Para ser licenciada pela Autoridade Financeira de Malta, uma empresa de criptomoeda tem de passar por um processo longo e exigente. As autoridades estão a cumprir, sem dúvida, os mais elevados padrões de integridade da supervisão de projetos, garantindo assim a confiança dada à iniciativa pelos investidores. Infelizmente, muitos projetos não cumpriram essas promessas.

O caminho para provar a transparência e a confiança assumida pela GamerHash (e 3 equipes jurídicas) para registrar o WhitePaper envolveu muitos assuntos operacionais, funcionais, legais, de conformidade e base AML. Do lado técnico, foi realizada uma auditoria técnica do Contrato Inteligente – seu comprimento de 216 páginas mostra como o processo era detalhado.

O sucesso indiscutível em obter o registro do WhitePaper da MFSA é a última etapa antes do evento GHX Token Generation, e da listagem em uma exchange de criptomoedas confiável. Uma vez que apenas uma porção pequena de empresas obteve a licença de Malta, isso significa que a GamerCoin será o primeiro projeto na União Europeia a lançar um token, sendo totalmente compatível com o sistema jurídico maltês.

Aviso Legal: Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

A opinião da equipe BeInCrypto em uma única voz.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá