GenBit é Acusada de Esquema Ponzi de Bitcoin Após Clientes Bloquearem Dinheiro da Empresa

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Dois investidores obtiveram sucesso em pedir o arresto de bens em nome do negócio que investia em criptomoedas.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Um cliente que conseguiu bloquear dinheiro da GenBit acusa a empresa de ser um Esquema Ponzi de Bitcoin. De acordo com o processo, a decisão mostra que o arresto de bens em nome da GenBit está deferida. O valor que será bloqueado em contas do negócio é de mais de R$ 50 mil resultado de supostos investimentos em Bitcoin.



A GenBit oferecia lucros a partir de aplicações que poderiam render até 15% em um único mês. Dezenas de milhares de clientes foram atraídos pela empresa, que está sendo processada por alguns usuários insatisfeitos. Na maioria dos casos o problema é sempre o mesmo: atrasos em repasses de lucros e de investimentos feitos na plataforma.

Usuário acusa esquema de Ponzi e de pirâmide financeira

O cliente que representou a ação contra a GenBit teve sua liminar deferida. O processo judicial determinou o arresto de bens em R$ 50.391. Por outro lado, o investidor aponta que a empresa de investimentos em Bitcoin seria um “Esquema Ponzi”.



As informações sobre a ação defendida pelo advogado Ricardo Kassin também cita semelhanças com crimes conhecidos como “pirâmides financeiras”.

“Ressalta que o que se apresentou, a princípio, como algo promitente, se revelou, em seguida, um esquema fraudulento, uma pirâmide financeira (Esquema de Ponzi), insustentável a longo prazo e que, consequentemente, veio a causar graves prejuízos financeiros a diversos consumidores investidores que foram ludibriados pelas rés, o que inclui o autor e demais credores.”

Mulher consegue bloquear mais de um Bitcoin da GenBit

Outra investidora da GenBit que prefere não se identificar conseguirá também o arresto de bens em nome do negócio de Bitcoin. O processo apresentado na Justiça do Paraná mostra que o valor total da ação é de R$ 31.500.

Considerando a cotação atual para a criptomoeda nesta terça-feira (17), esta quantia corresponde a cerca de 1.15 unidade de Bitcoin (BTC). Além de pedir o arresto de bens, a investidora pede para que o contrato entre ela e a GenBit chegue ao fim.

O arresto de bens acontecerá em contas correntes que pertençam a GenBit. No entanto, outras companhias apareceu como réus na ação. Essas empresas fazem parte do conglomerado da plataforma de investimento em Bitcoin, como:

  • Arbor Brasil Serviços de Gestão Financeira
  • I da Silva Assessoria Contábil
  • Tree Part HDN Participações

Liminar deferida garantirá pagamento de dívida

Segundo os autos do processo, o dinheiro da cliente será bloqueado em contas que pertencem a GenBit. Porém, as demais rés podem ser citadas em decisões futuras sobre o mesmo processo.

“Defiro parcialmente a medida liminar pleiteada, a fim de autorizar o arresto de eventuais valores existentes em contas correntes em nome da requerida Gensa Serviços Digitais S/A (GENBIT), através do sistema Bacenjud.”

Nos dois casos envolvendo a GenBit e negócios associados, o arresto de bens deverá garantir o pagamento das dívidas em juízo. Sendo assim, esta é uma forma dos clientes buscarem reaver aquilo que pensavam estar investido em Bitcoin.

O que você acha das decisões de arresto de bens em nome da GenBit? Não se esqueça de comentar sobre a notícia e de compartilhar no Facebook.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Lucas é formado em administração com foco em empresas. Iniciou sua carreira como analista de investimentos para bancos focados no segmento. Após adquirir experiência, em 2015 fundou sua própria startup, focada em gerar tecnologias de segurança para transações financeiras. Concomitantemente, desenvolve seu trabalho e conhecimento financeiro atuando no BeInCrypto, através de análises do setor financeiro de criptomoedas e novas avaliações de novas tecnologias Blockchain pelo mundo.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá