Gestores acreditam que o Bitcoin tem mais chance de cair 50% do que dobrar de preço em 2021

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • O banco alemão Deutsche Bank consultou a opinião de 627 gestores de investimentos sobre o bitcoin.

  • Uma parte significativa não acredita que o bitcoin consiga dobrar de preço nos próximos 12 meses.

  • Mais da metade dos entrevistados classificaram o BTC como bolha especulativa.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Uma nova pesquisa do banco alemão Deutsche Bank consultou como está o sentimento de investidores sobre a criptomoeda nº1 do mundo. As respostas, no entanto, não foram muito favoráveis ao bitcoin.



Boa parte dos 627 gestores de investimentos consultados pelo banco, acreditam que o bitcoin é a maior bolha especulativa do mercado atualmente. 

Em uma escala de 0 a 10, onde 10 é bolha, mais da metade dos entrevistados cravaram a nota máxima para o bitcoin.



Quando questionados sobre o desempenho futuro do bitcoin, a maioria dos entrevistados acredita que o preço do BTC tem mais chances de cair pela metade do que dobrar nos próximos 12 meses.

A desconfiança sobre a valorização do bitcoin permanece mesmo depois da criptomoeda valorizar mais de 300% no ano passado.

Agora em meados de janeiro de 2021, o bitcoin parece desacelerar sua corrida depois de atingir a máxima histórica de US$ 41.941 no dia 8. 

Na semana passada, o BTC registrou a maior queda semanal desde setembro de 2020. Neste cenário, muitos investidores temem que a criptomoeda esteja entrando em território de correção.

O bitcoin registra agora uma queda de cerca de 8% nas últimas 24 horas. Enquanto a criptomoeda era cotada a US$ 37.626 no início nesta terça-feira (19), o preço chegou a cair para até US$ 34.291 nesta manhã de quarta, conforme dados do CoinGecko.

Preço do bitcoin nas últimas 24 horas. Fonte: CoinGecko.

O estudo também mostrou que os gestores compartilham o sentimento de bolha com outras classes de ativos, como as ações da Tesla de Elon Musk, que subiu 700% no ano passado.

Aposta no bitcoin continua firme

Nesta terça-feira o Bank of America (BofA) também publicou uma pesquisa que consulta as opiniões de seus clientes corporativos.

O estudo demonstrou que embora exista o medo de bolha entre os gestores de fundos, eles ainda estão investindo em mercados de risco.

De acordo com o BofA, um recorde de 19% dos investidores estão assumindo mais riscos do que o normal em suas carteiras de investimentos. Essa porcentagem possui sob sua gestão mais de US$ 500 bilhões em ativos.

Gráfico de risco atinge pico mais alto. Fonte:  Bank of America

Conforme o Bank of America, o investimento em bitcoin se tornou uma das estratégias mais populares. De tal forma que pela primeira vez desde outubro de 2019, o BTC superou as ações das big techs e tomou o topo da lista de preferência entre os gestores. 

O estudo indica, no entanto, que essas negociações lotadas costumam estar associadas a bolhas. Há algumas semanas atrás, o BofA já havia descrito o atual rali do bitcoin como a “mãe de todas as bolhas”.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Saori Honorato é jornalista e para o BeInCrypto escreve sobre os principais acontecimentos do universo das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá