Golpistas faturam R$ 50 mil em bitcoin ameaçando brasileiros por e-mail

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Brasileiros estão sendo alvos de uma nova campanha maliciosa de extorsão de criptomoedas.

  • Golpistas ameaçam divulgar supostos vídeos íntimos de vítimas caso um pagamento de bitcoin não seja feito.

  • Em apenas dois dias, os criminosos podem ter faturado R$ 50 mil.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Brasileiros estão sendo vítimas de campanhas maliciosas de e-mail que ameaçam divulgar supostos vídeos íntimos caso um pagamento de bitcoin não seja feito.



As ameaças, no entanto, são falsas. Nesta ofensiva, as vítimas recebem um e-mail informando que seu computador foi hackeado. 

Em seguida, o golpista descreve estar em posse de fotos e vídeos íntimos da vítima e ameaça divulgá-los na internet caso um pagamento não seja feito nas 48 horas seguintes.



Nesta campanha revelada pelo G1 na terça-feira (16), os pagamentos deveriam ser feitos em criptomoedas, com cobranças que chegavam a R$ 4,5 mil em bitcoin.

Na mensagem enviada por e-mail, o criminoso faz as ameaças sem mostrar qualquer prova que de fato possua o material que alega ter. Mesmo assim, algumas pessoas escolhem fazer o pagamento.

Entre os dias 11 e 12 de fevereiro, os golpistas podem ter roubado cerca de R$ 50 mil através dos e-mails falsos. 

Segundo o portal, os criminosos usaram duas carteiras de bitcoin para receber os pagamentos. Ao todo, foram 14 transferências recebidas nos dois dias, que chegaram ao valor total de R$ 50 mil. 

Print do e-mail enviado às vítimas. Fonte: Reprodução / G1

Funcionários da Petrobras podem estar entre as vítimas

Conforme mostra e-mail, a mensagem enviada parece escrita em português europeu. Ou seja, os golpistas podem não ser brasileiros.

Segundo o G1, os principais alvos das mensagens falsas foram brasileiros que atuam em órgãos públicos, instituições de ensino e hospitais.

As datas desta campanha coincidem com um ataque noticiado pelo BeInCrypto na semana passada. Naquela ocasião, centenas de funcionários da Petrobras sofreram tentativas de extorsão de bitcoin

Além da semelhança das datas, o e-mail enviado na ocasião também era escrito em português de Portugal. Ou seja, são grandes as chances de ambos os casos tenham partido da mesma campanha maliciosa.

Vítimas não devem ceder à extorsão de bitcoin

Conforme declarou ao G1 o superintendente de segurança de informação do Serpro, João Almeida Júnior, as vítimas nunca devem enviar bitcoin para mensagens suspeitas que recebem por e-mail. 

“O usuário não deve ceder às chantagens contidas neste tipo de e-mail, pois o hacker aposta no volume, ou seja, ele envia a mensagem para milhares de pessoas esperando que dezenas ou centenas caiam no golpe. Então reiteramos: não ceda à chantagem.”

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Saori Honorato é jornalista e para o BeInCrypto escreve sobre os principais acontecimentos do universo das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá