Organização do governo federal planeja usar blockchain na telemedicina

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Organização ligada ao governo quer usar blockchain na saúde

  • Ideia é utilizar registro distribuído em teleconsultas

  • Sugestão foi divulgada em fórum realizado na terça-feira (20)

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

A RNP (Rede Nacional de Ensino e Pesquisa) quer usar blockchain na telemedicina. A informação foi divulgada em um fórum promovido na terça-feira (20) pela organização social, que é ligada ao governo federal.



O doutor em informática Guido Lemos de Souza Filho, professor titular da UFPB (Universidade Federal da Paraíba) e membro da RNP, disse que a entidade ligada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações quer usar blockchain em consultas médicas públicas.

O objetivo, segundo Lemos, é dar mais segurança para os atendimentos via vídeo, que explodiram durante a pandemia do coronavírus. Em abril, conforme publicou o BeInCrypto, o governo autorizou a telemedicina no Brasil enquanto durar a crise na área da saúde.



De acordo com o professor, na primeira onda da Covid-19 não houve preocupação com segurança nas teleconsultas. Por isso, falou ele, as primeiras demandas judiciais podem surgir nos próximos meses.

“Agora queremos proteger ainda mais tanto pacientes como médicos. O uso de registro bockchain, nesse caso, servirá como prova de autoridade e de atendimento”, disse em palestra realizada no YouTube.

Muito além da blockchain na telemedicina

Além da blockchain, Souza Filho falou que a organização pretende adotar o uso de assinatura e preservação digital nas teleconsultas. Atendimentos personalizados e customizados também estão no plano da entidade.

O professor falou, no entanto, que o Brasil ainda não tem uma ciberinfraestrutura ideal para atendimentos médicos por videoconfência. Por isso, de acordo com ele, a RNP pretende implantar outros projetos no futuro.

Um deles é a gestão de dados e informações dos pacientes com acesso aberto e seguro, conforme estipula a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados). Outro é o uso de inteligência artificial e plataformas inteligentes nos atendimentos.

O fórum da RNP sobre saúde está na 9ª edição. O evento, conforme o site institucional da organização, termina nesta quarta-feira (21).

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Jornalista desde 2010. Já colaborei para diversos veículos, como Gazeta do Povo, Agência Estadual de Notícias (AEN) e Paraná Portal. Escrevo regularmente para o UOL e para outros portais especializados em criptoeconomia. Tive meu primeiro contato com o mercado de criptomoedas em meados de 2019, quando comecei a cobrir casos de golpes financeiros. No BeInCrypto, produzo e edito textos.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá