Governo Chinês Divulga Novo Sistema de Identificação Baseado em Blockchain para Cidades Inteligentes

Compartilhar Artigo

Três institutos parceiros em Shijiazhuang, China, publicaram um sistema de identificação independente para as futuras cidades inteligentes do país. A iniciativa será gerenciada, é claro, pelo governo.



A China acelerou suas iniciativas baseadas em blockchain nas últimas semanas e acaba de divulgar um novo projeto que está realizando. Três institutos de Shijiazhuang, com sede na província de Hebei, no norte da China, criaram um sistema de identificação baseado em blockchain para cidades inteligentes.

Desde domingo, solicita-se que cidades de todo o país enviem seus códigos de identificação da cidade para serem incluídos na iniciativa. A tecnologia foi construída inteiramente na China, de acordo com Zhang Chao, diretor da indústria de Zhongguancun e um dos principais desenvolvedores do projeto. “O sistema será distribuído e gerenciado de forma independente pela China, com uma regra de distribuição unificada, uma resolução de armazenamento distribuído e código resistente a violações”, disse ele à agência de notícias estatal China News Service.



A nova infraestrutura digital permitirá que as cidades compartilhem dados com mais facilidade, de forma segura e transparente. Será um componente essencial do impulso da China em direção a “cidades inteligentes”, um conceito que atualmente está sendo testado em algumas localidades do país. A China está avançando na digitalização de suas cidades devido à migração para áreas urbanas que viu nas últimas duas décadas. Isso significa que grande parte de sua infraestrutura de linha de base, como higiene e saneamento, eletricidade, transporte público, proteção ambiental e serviços de saúde, precisam desesperadamente de reparos. As cidades inteligentes são consideradas uma solução.

Embora a ideia possa ser nobre, a propensão da China à vigilância fez com que alguns questionassem se o foco do país na blockchain poderia acabar com consequências distópicas. A BeInCrypto publicou recentemente uma análise aprofundada de como a integração da blockchain com o mecanismo de estado blockchain poderia significar o fim da autonomia individual em um país que já é bastante autoritário.

Em suma, o blockchain está crescendo na China – mas pode acabar criando o tipo de sociedade à qual as criptomoedas eram contras desde o início.

Você acredita que o projeto China Blockchain trará bons ou maus resultados para as criptomoedas? Deixe nos comentários abaixo a sua opinião! Aproveite para compartilhar também no Twitter!


Imagens cortesia da Shutterstock.


Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Com formação em ciências e redação, Alice começou a escrever profissionalmente há 7 anos. Desde então, ela tem aprendido, investido e escrito sobre criptomoedas e tecnologia blockchain para algumas das maiores publicações do setor. Atualmente, compõe a equipe de jornalistas Brasil da BeInCrypto.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá