Grayscale desiste de vez da XRP e encerra fundo por receio de falta de liquidez

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Grayscale teme que XRP perca liquidez por conta de problemas com a Justiça.

  • Gestora se desfez de todas as suas posses em XRP.

  • Valores serão distribuídos aos investidores.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Gestora teme que batalha legal contra Ripple faça XRP perder toda sua liquidez no futuro e encerra fundo exclusivo após novo dump no mercado.



A Grayscale, maior gestora de fundos de criptomoedas do mundo, desistiu de vez da XRP. A empresa anunciou na noite da última quarta-feira (13) o encerramento permanente do fundo XRP Trust, dedicado exclusivamente a investimento na criptomoeda da Ripple.

A notícia é mais um reflexo da batalha legal entre os reguladores americanos, a XRP e executivos da Ripple. A SEC, órgão americano equivalente à CVM no Brasil, defende que o criptoativo é um valor mobiliário. Dessa maneira, as vendas da criptomoeda ao longo dos últimos anos teriam sido ilegais.



Segundo a Grayscale, a decisão de dissolver o fundo de XRP veio por conta do receio de falta de liquidez da moeda no futuro.

Em resposta à ação da SEC, certos participantes importantes do mercado anunciaram medidas, incluindo a retirada de XRP das principais plataformas de negociação de ativos digitais, resultando na conclusão do Patrocinador [Grayscale] que é provável que seja cada vez mais difícil para os investidores americanos, incluindo o Trust, converter XRP em dólares americanos e, portanto, continuar as operações do Trust.

Dessa maneira, a Grayscale anunciou que despejou todas as unidades de XRP que possuía no mercado. Segundo a empresa, investidores do fundo receberão os valores provenientes da venda.

Em conexão com a dissolução, o Patrocinador liquidou o XRP do Trust e pretende distribuir o produto líquido em dinheiro aos acionistas do Trust, após deduzir as despesas e fornecer reservas adequadas e sujeito a qualquer retenção aplicável. O Trust será encerrado após a distribuição dos rendimentos líquidos em dinheiro.

A gestora, no entanto, não divulgou o preço médio da negociação. No dia do anúncio, o preço da moeda pairava na região dos US$ 0,29, segundo dados do Coingecko.

XRP já havia saído do fundo misto da Grayscale

O encerramento do fundo XRP Trust veio dias depois que a moeda da Ripple deixou o fundo misto da Grayscale. Na primeira semana de janeiro, a gestora anunciou a remoção da criptomoeda do fundo Digital Large Cap Fund (“DLC Fund”). Trata-se, portanto, do segundo dump de XRP realizado pela empresa.

Desde então, portanto, o preço da moeda não interfere mais nos resultados do fundo de estratégia passiva exposto a uma carteira diversa de ativos digitais. Atualmente, o fundo é composto apenas por Bitcoin, EthereumBitcoin Cash e Litecoin

Gestora perde US$ 300 milhões em ativos sob gestão

Os ativos sob gestão da Grayscale perderam US$ 300 milhões de valor em dois dias. O resultado tende a refletir a venda de XRP, mas as perdas superam os US$ 11,3 milhões do fundo exclusivo da moeda da Ripple segundo relatório de terça-feira (12).

Por outro lado, os valores podem ter relação com o momento de correção do Bitcoin. Os preços de demais criptomoedas, afinal, também sofrem o efeito em cadeia provocado pelo BTC.

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá