Hackers atacam fabricante do iPhone e exigem 1.800 BTC de resgate

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Hackers invadiram os sistemas da Foxconn, fornecedora da Apple, em dois países.

  • Invasores solicitaram mais de 1.800 BTC de resgate.

  • Alguns arquivos da montadora do iPhone já surgem na web.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Uma fornecedora da Apple foi alvo de uma ataque de ransomware em dois países.



Hackers pediram 1.800 BTC para desbloquear arquivos da Foxconn, empresa conhecida por trabalhar para a Apple na produção no iPhone. O ataque ocorreu em uma planta da fabricante no México no dia 29 de novembro. O incidente, entretanto, só foi revelado na última segunda-feira (7) pelo site Bleeping Computer.

Tal qual aconteceu com a Embraer, os hackers vazaram alguns documentos online para provar o roubo das informações. Em seguida, passaram a pedir um valor de resgate sob a ameaça de expor arquivos sigilosos da empresa. 



A Foxconn confirmou o ataque em nota à imprensa:

Podemos confirmar que um sistema de informação nos Estados Unidos que apoia algumas de nossas operações nas Américas foi o foco de um ataque de segurança cibernética em 29 de novembro. Estamos trabalhando com especialistas técnicos e agências de aplicação da lei para realizar uma investigação para determinar o impacto total desta ação ilegal e para identificar os responsáveis ​​e levá-los à justiça.

Os invasores teriam solicitado o pagamento 1804,0955 BTC. Na cotação da tarde desta terça, o valor é equivalente a R$ 173,8 milhões. 

Até o momento, segundo o Bleeping Computer, não há sinais de que documentos confidenciais tenham sido vazados. Ontem (7), os invasores divulgaram na web uma lista de dados da Foxconn que incluíam, por exemplo, relatórios comerciais genéricos.

Também não se sabe, por ora, se a Foxconn teria desembolsado algum valor para reaver os arquivos bloqueados e impedir vazamentos mais sérios. Até o fechamento da matéria, o site da fábrica atingida permanecia fora do ar.

Hackers apagam até 30 TB de backup de dados da Foxconn nos EUA

Ainda segundo o Bleeping Computer, os mesmos hackers teriam invadido os sistemas de uma planta da Foxconn nos EUA no mesmo dia. Nesse ataque, os criminosos afirmam ter criptografado cerca de 1.200 servidores. Dessa forma, os invasores teriam interceptado 100 GB de arquivos e removido outros 20 a 30 TB de backups.

A Foxconn é a maior fabricante de eletrônicos do mundo, tem mais de 800 mil funcionários em todo o mundo. Além disso, a companhia tem uma fábrica no Brasil, localizada em Jundiaí, no interior de São Paulo. 

A planta começou a produzir o iPhone no país em 2011 e, até hoje, é a responsável pela montagem de alguns modelos do smartphone vendidos no mercado nacional. A subsidiária brasileira não relatou, até o momento, nenhum incidente envolvendo ataque hacker com ransomware.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá