Consultora de imagens teve as suas contas profissional e pessoal no Instagram hackeadas e os hackers solicitaram pagamento em bitcoins para devolver o acesso.

Apesar de ter feito todos os processos solicitados pela rede social, ela não conseguiu retomar o acesso às contas, portanto a consultora de imagens entrou com um processo na justiça pedindo a restabelecimento do acesso da conta, bem como os dados do hacker e indenização por danos morais.

O caso do Instagram

A consultora de imagens alega que no dia 10/06/2019 seus perfis pessoal e profissional no Instagram foram invadidos. Segundo publicação feita pela mesma em suas redes sociais, o hacker responsável pelo crime entrou em contato com ela, oferecendo devolver o acesso às redes se a mesma realizasse um pagamento em bitcoin.

A consultora negou a proposta do hacker e entrou com um processo contra o Facebook, detentor do Instagram, pedindo o retorno do acesso aos seus peris, os dados do usuário que invadiu suas redes sociais e indenização por danos morais.

O juiz responsável pelo caso julgou hoje, dia 13/02/2020, procedente o pedido de recuperação de acesso aos perfis no Instagram e o acesso aos dados do terceiro que, supostamente é responsável pelo ato ilícito.

Já o pedido de danos morais foi negado, uma vez que as regras de segurança estabelecidas pelo Instagram implicam na exclusão da responsabilidade dessa.

Extorsão virtual e bitcoin

Golpes solicitando pagamentos em bitcoin crescem em todo o mundo. Constantemente são noticiados casos de roubo de contas em redes sociais, extorsão sexual, criptosequestro e outros crimes.

O bitcoin caiu nas graças do criminoso comum, sua praticidade praticidade, dificuldade de fiscalização e controle, rápida circulação de altas quantias e sua facilidade para ser convertido em dinheiro.

Segundo especialistas, dadas as características do sistema em que se opera o bitcoin, sem saber da senha do titular da carteira, não é possível bloquear tais ativos, o que dificulta a recuperação das quantias frutos de conduta criminosa.

Faça parte da nossa página de criptomoedas no Twitter. Assim ficará por dentro das últimas notícias sobre criptomoedas e blockchain acontecendo no Brasil e no mundo.

Airí de Paula

Mercadóloga, mestra em estratégia e estudiosa do mercado financeiro. Entusiasta do Bitcoin, começou a escrever sobre criptomoedas em 2017 e nunca mais parou. Atualmente é colaboradora do portal BeInCrypto.

Seguir o Autor

Quer saber mais?

Entre para o nosso Canal do Telegram e receba sinais de trade, um curso gratuito de trade e comunicação diária com entusiastas de cripto!

Esse site usa cookies.
Clique aqui para aceitar o uso desses cookies. Veja nossa Política de Cookies

We are discussing it in our Telegram Channel

Join

We are discussing it in our Telegram Channel

Join