Hashdex lança seu primeiro fundo 100% Bitcoin no Brasil

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Hashdex lança seu primeiro fundo 100% Bitcoin, o segundo do tipo no Brasil

  • Gestora já oferecia fundo 100% criptomoedas

  • Opção é voltada para quem prefere não lidar com exchanges

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

A gestora Hashdex lançou nesta terça-feira (13) o primeiro fundo que investe 100% em Bitcoin. Trata-se do segundo investimento desse tipo disponível no país.



O Bitcoin Full 100 FIC FIM é um fundo para um público seleto. Podem participar apenas investidores qualificados que tenham mais de R$ 1 milhão em patrimônio financeiro. No entanto, o aporte mínimo não é alto: R$ 10 mil.



O anúncio vem após o lançamento do primeiro ETF de cripto do mundo. Além disso, surge em momento de retorno da volatilidade para o preço do Bitcoin. Após semanas de estagnação, a criptomoeda voltou a ser negociada acima dos US$ 11.000.

Em entrevista ao BeInCrypto em 2019, o presidente da Hashdex, Marcelo Sampaio, já dizia que moedas fiduciárias não eram boas como reserva de valor. Dessa maneira, as criptomoedas seriam a alternativa.

Antes, a Hashdex já oferecia Hashdex Criptoativos Voyager Fim, que aloca 100% em criptomoedas, principalmente no Bitcoin. Essa modalidade oferece historicamente bom retorno, mas não foi bem em setembro.

Já o novo fundo aposta todos os recursos unicamente no BTC. A exposição a momentos de queda na criptomoeda, portanto, são maiores.

Qual é a vantagem de investir em fundo 100% Bitcoin?

Do ponto de vista do investidor, um fundo “puro sangue” de Bitcoin visa tirar do caminho o trabalho na gestão da carteira. Em vez de abrir uma conta em uma exchange e investir por conta própria, é possível acessar via Hashdex, que por sua vez faz o investimento e fica responsável pela custódia.

Ao Valor, Sampaio disse que essa é uma maneira de se proteger de ataques de hackers, como o que ocorreu com a Kucoin.

O investimento via fundo evita eventuais riscos, como por exemplo perda dos bitcoins e roubos efetuados por hackers. Outro ganho é que o produto tem tributação de fundo multimercado, o que torna mais fácil o entendimento para o investidor.

O Bitcoin Full 100 FIC FIM é o segundo fundo 100% Bitcoin do Brasil. O primeiro foi apresentado pela QR Asset em 1º de outubro. Também disponível apenas para investidores qualificados, o fundo rival tem aporte mínimo maior, de R$ 50 mil.

Share Article

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá