Homem com R$ 430 mil em Bitcoin Processa Atlas Quantum e Pede Multa Diária de R$ 3 mil

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Investidor espera mais de dois meses por pedido de saque na plataforma que opera arbitragem de criptomoedas.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Um investidor com quase R$ 430 mil em Bitcoin processa o Atlas Quantum na justiça. O usuário ainda pede uma multa diária de R$ 3 mil, em caso de não cumprimento do pagamento da dívida da plataforma. Assim como outros processos judiciais, o cliente espera receber mais de R$ 430 mil em Bitcoin do Atlas Quantum.



O Atlas Quantum é uma plataforma de arbitragem em Bitcoin que está com atrasos em saques da criptomoeda há mais de três meses. Com milhares de clientes esperando por seus investimentos confiados na empresa, uma Recompra de Bitcoin foi anunciada pela plataforma.

Cliente do Atlas Quantum espera para receber 12 Bitcoin

O cliente do Atlas Quantum que move o processo judicial em São Paulo alega ter mais de 11 Bitcoin (BTC) na empresa. Ou seja, o investidor é dono de quantia considerável em criptomoedas, que ultrapassa R$ 430 mil segundo a cotação atual.



De acordo com as informações do processo, o usuário espera para receber pedidos de saques do Atlas Quantum desde o final de agosto de 2019. Por mais de dois meses a companhia não devolveu as criptomoedas que pertencem ao investidor que promove a ação.

O primeiro pedido de saque aconteceu no dia 26 de agosto. Naquele dia, o usuário narra que foi solicitada a fração de 0.30799007 Bitcoin (BTC). Por outro lado, no dia 31 de agosto três pedidos do mesmo cliente mostram que o Atlas Quantum deveria depositar mais de 11 Bitcoin para o investidor, confira os valores:

  • 1.11005163 (BTC)
  • 4.44263840 (BTC)
  • 5.62927268 (BTC)

No total, o usuário alega ter pedido quatro saques em Bitcoin que somam quase 12 unidades da criptomoeda. Ainda segundo a cotação dos dias em que os pedidos foram enviados à plataforma, o valor que deverá ser pago pelo Atlas Quantum é de R$ 457.591,92.

Investidor não consegue aprovação de tutela de urgência

O processo que está em segredo de justiça mostra que o usuário teve um pedido de tutela de urgência antecipada negado. Desse modo, a quantia total solicitada não pode ser bloqueada em nome do Atlas Quantum.

Com o indeferimento, a justiça entendeu que o caso não envolve o risco necessário para a aprovação de tal recurso. O “contraditório” também é citado na ação judicial, como uma forma da empresa apresentar defesa diante do pedido de pagamento por atrasos em Bitcoin.

Sem a aprovação da tutela de urgência, o Atlas Quantum também não será obrigado a pagar a multa diária de R$ 3 mil. O valor foi sugerido pelo cliente da empresa como forma de garantir o cumprimento da tutela de urgência antecipada, caso tivesse sido deferida pela justiça.

Justiça dá prazo de quinze dias para plataforma pagar Bitcoin

Embora a tutela de urgência antecipada não foi aprovada em relação ao processo, a justiça determinou um prazo para que a situação seja resolvida entre as partes.

Conforme consta na ação, em quinze dias o Atlas Quantum deve se pronunciar sobre os atrasos com pagamentos em Bitcoin.

A justiça estabeleceu este limite de dias após entender que o caso não cabe audiência de conciliação física por “ausência de estrutura”. Contudo, o documento cita que as partes envolvidas na ação podem fazer “reuniões em seus respectivos escritórios” de forma independente.

Você conhece clientes com saques de Bitcoin em atraso desde agosto de 2019 no Atlas Quantum? Comente sobre a matéria e compartilhe no Twitter!

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos mais tarde. Já trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas, sendo que atualmente é um dos colaboradores do BeInCrypto.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá