Homem Usa Bitcoin Para Pagar Custos de Nascimento de Bebê na Venezuela

Compartilhar Artigo

Engenheiro pagou 0.2 BTC no parto do filho que nasceu em uma clínica particular.



Os custos do nascimento de um bebê foram pagos em Bitcoin na Venezuela. Em entrevista ao CCN, o engenheiro José Rafael Peña explicou como a criptomoeda foi utilizada para pagar o parto do filho. O pagamento aconteceu em bolívares soberanos após Peña trocar o Bitcoin pela moeda fiduciária venezuelana.

O Bitcoin é amplamente utilizado na Venezuela como uma alternativa ao bolívar soberano. Fugindo da hiperinflação, a utilização da criptomoeda ganhou força no país sul-americano após grande adesão da população. Além disso, a facilidade de uso do Bitcoin demonstrou ser superior até mesmo ao ouro.



Bitcoin para pagar parto foi trocado na LocalBitcoins

Um venezuelano utilizou suas economias em Bitcoin para arcar com os custos do nascimento do filho. A criptomoeda foi acumulada pelo engenheiro de materiais ao longo de dois anos. José Rafael recebia seu salário em Bitcoin e vendeu a criptomoeda através do LocalBitcoins.

Parto na Venezuela custa 0.2 BTC em média

O site LocalBitcoins foi utilizado pelo engenheiro para trocar o Bitcoin pelo bolívar soberano. Somente assim que o parto do bebê foi pago através de uma clínica médica particular em Caracas. Os custos para o nascimento da criança podem ter ficado por volta de US$ 1.500, ou ainda, 0.2 BTC. Esse é o preço médio de um nascimento de bebê em clínicas particulares na capital venezuelana.

De acordo com o engenheiro, o mesmo tipo de operação não poderia ser realizado com outro ativo, como o ouro, por exemplo. Para José Rafael, o metal precioso demandaria mais tempo e logística para ser trocado pela moeda fiduciária da Venezuela.

O investidor citou que poderia demorar mais de um dia para trocar o ouro. Além disso, seria preciso viajar pelo país para que a troca fosse concretizada. Por outro lado, através da LocalBitcoin tudo aconteceu de forma rápida.

Venezuela adotou Bitcoin em meio a crise financeira

O engenheiro citou que a única parte burocrática aconteceu quando foi preciso acionar os bancos venezuelanos. Nesse caso, os bancos foram utilizados para concluir o recebimento do Bolívar Soberano em troca do Bitcoin vendido.

A utilização do Bitcoin na Venezuela demonstra que as criptomoedas podem ser usadas para contornar sistemas financeiros com alto índice de inflação. No caso do país sul-americano, o Bitcoin está sendo utilizado até mesmo para arcar com despesas médicas.

Salários recebidos em criptomoedas e uma economia fragilizada que tenta se recuperar de uma hiperinflação. A Venezuela despertou uma adoção massiva das criptomoedas que revelam como um país em crise pode impulsionar o uso do Bitcoin.

Quais os principais fatores que você acredita que possam aumentar o uso de criptomoedas no curto prazo? Deixe nos comentários abaixo a sua opinião. Aproveite e compartilhe conosco no Twitter!

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Com formação em ciências e redação, Alice começou a escrever profissionalmente há 7 anos. Desde então, ela tem aprendido, investido e escrito sobre criptomoedas e tecnologia blockchain para algumas das maiores publicações do setor. Atualmente, compõe a equipe de jornalistas Brasil da BeInCrypto.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá