HSBC proíbe compra de ações de empresas que investem em Bitcoin, diz documento vazado

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Clientes do banco receberam mensagens após tentarem comprar ações da MicroStrategy.

  • Mudança vem à tona depois de empresa anunciar a compra de 253 BTC.

  • Banco não explicou mudança de posição.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Um documento divulgado na internet indica que o HSBC pode estar mudando sua política interna e vai passar a proibir a compra de produtos relacionados ao Bitcoin, o que incluiriam ações de empresas que tenham feito aquisições da criptomoeda.



As novas regras do HSBC foram descobertas por clientes que teriam tantado comprar ações da MicroStrategy (MSTR). Um suposto e-mail do banco teria afirma que isso não seria possível. Até o momento, o HSBC não se pronunciou oficialmente sobre o tema.

“Gostaríamos de informar que o HSBC mudou sua política de criptomoedas (como Bitcoin, Ethereum e outras) e produtos relacionados ou referentes à performance de moedas virtuais. O HIDC não vai mais participar da facilitação (compra ou troca) de produtos relacionados a moedas virtuais ou de produtos relacionados ou que referenciem a performance de moedas virtuais”, diz o texto, datado do dia 29 de março de 2021.



Um dos clientes do HSBC alertou o CEO da MicroStrategy, Michael Saylor, da novidade, sugerindo que o banco estaria operando vendido (apostando na queda) nas ações da companhia.

Ei, Michael Saylor, você talvez queira -perguntar ao seu departamento jurídico se o que o HSBC está fazendo aqui é ilegal. Com certeza não soa como sendo! Eles não querem permitir que nós compremos (ações da) Microstrategy! Eles devem estar muito vendidos.

Ainda de acordo com o comunicado, os clientes que possuem criptomoedas no banco poderão continuar com elas. Embora não seja possível comprá-las, elas poderão ser vendidas ou trocadas normalmente, desde que para fora do HSBC.

O novo posicionamento do HSBC veio à tona poucos dias depois de a MicroStrategy anunciar a compra de 253 BTC por US$ 15 milhões (R$ 85,204 milhões). Com isso, a empresa passou a ter 91.579 BTC ao todo, com preço médio de US$ 24.311 (R$ 138.113) cada.

A mudança de postura, aparentemente, não impactou a MicroStrategy, cujas ações estavam valendo US$ 711 (R$ 4.036) na sexta-feira (9), uma alta de 3,03%. 

HSBC e criptomoedas

A política do HSBC contra criptomoedas não vem de agora. Ainda em janeiro, o banco emitiu um comunicado oficial aos clientes alertando para o bloqueio de recebimento de valores provenientes de negociações de criptoativos.

O anúncio vinha na esteira de um comunicado do governo britânico sobre os riscos de negociar Bitcoin e outros ativos digitais.

Já a suposta mensagem do HSBC sobre compra de Bitcoin e ações da Microstrategy reverberou nas redes sociais. Um dos críticos foi o bilionário Cameron Winklevoss, sócio da exchange Gemini e do mercado de NFTs Nifty Gateway.

Então eles lutam contra você. O HSBC não está apenas proibindo a compra de Bitcoin, mas também novas compras de (ações) MSTR da MicroStrategy.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Jornalista de dados. Atuo no ramo de tecnologia há quase dez anos. Escrevi para o Grupo Globo e para o jornal Gazeta do Povo. Atualmente também escrevo para o Portal UOL

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá