IBOV fecha a semana positivo; pregão de sexta foi afetado pela Apple e COVID-19

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • IBOV mostra sinais de recuperação durante a semana. Índice chegou aos 97.540 pontos.

  • Porém, cenário internacional desfavorável impediu um crescimento maior

  • IBOV fecha a sexta-feira com crescimento tímido, após ser atrapalhado por COVID-19 nos EUA

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

IBOV tem semana positiva, Porém, pregão da sexta-feira sofre, com cenário externo duvidoso. Nos EUA, a Apple decidiu fechar 11 lojas devido ao ressurgimento do COVID-19. Movimento derrubou as Bolsas americanas. B3 Bovespa teve queda, mas conseguiu se recuperar do incentivo negativo externo.



O IBOV, índice que mede o desempenho das principais ações da B3 Bovespa, teve uma sexta-feira de instabilidade.

Isso aconteceu devido ao cenário internacional, com destaque para a situação da pandemia do COVID-19 nos EUA. Na América do Norte, os números de contaminados estão voltando a subir. Por isso, a Apple decidiu fechar 11 lojas, o que afetou as Bolsas de Valores americanas.



No Brasil, a repercussão da prisão de Fabrício Queiroz, cujo depoimento pode comprometer a família Bolsonaro, não foi grande o suficiente para afetar o mercado de ações.

Assim, o IBOV encerrou o dia em leve alta, de 0,30%, nos 96.411 pontos.

Lembre-se: no canal da BeInCrypto no Telegram, você tem acesso aos melhores sinais de trade de maneira gratuita!

IBOV tem semana positiva

IBOV de 15 a 19 de junho

IBOV fecha a semana em 96.411 pontos.

A semana foi positiva para o IBOV.

No Brasil, o principal fator que influenciou na subida da Bolsa foi a reabertura gradual em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Isso acontece porque o mercado vê com bons olhos a volta do comércio, após mais de 90 dias de paralisação.

Dito isso, o IBOV inaugurou a semana em 92.795 pontos.

Na segunda o índice chegou a cair para menos de 90 mil pontos. Porém, durante a semana, o que ocorreu foi uma recuperação firme e gradual.

Alguns investidores acreditavam que era possível que a Bolsa batesse os 100.000 pontos. Porém, o cenário internacional não ajudou.

A máxima da semana ocorreu na própria sexta-feira, quando o IBOV bateu os 97.540 pontos, logo no início da tarde.

Sexta-feira é marcada por COVID-19 nos EUA

IBOV de 19 de junho

O IBOV inaugurou o pregão da sexta-feira de forma positiva. Prova disso é que o ponto alto da semana ocorreu aproximadamente às 13:00, quando o índice bateu os 97.540 pontos.

Contudo, a tendência positiva sofreu um baque com uma notícia vinda dos EUA. Assim, devido ao crescimento do número de casos de infectados pelo novo coronavírus, a Apple decidiu fechar 11 das suas lojas no território norte-americano.

As Bolsas americanas sofreram o choque da notícia e caíram imediatamente. No Brasil, a B3 Bovespa perdeu o terreno que havia ganhado na primeira parte do dia. Porém, o índice não chegou a ficar negativo.

O “teste” de hoje, com a notícia americana, mostrou que a B3 Bovespa segue forte, já que ela continuou positiva, enquanto as Bolsas americanas caíram.

Caso o cenário político-sanitário se mantenha estável no Brasil, a expectativa é de que a Bolsa vá continuar subindo na próxima semana. O mercado está em busca de estabilidade, embora o COVID-19 continue a preocupar, no Brasil.

Share Article

Nicolas se formou em Direito pela Universidade Federal do Paraná e é pós-graduado em Gestão de Negócios Internacionais. Atualmente, cursa Jornalismo na FAPCOM. Escreve sobre economia, política e história há alguns anos. Em 2017, após entrar em contato com a tecnologia blockchain, se entusiasmou com o seu potencial e passou a estudar as aplicações da tecnologia aos diversos setores da economia. Seu foco está em discutir as melhores maneiras de alavancar o desenvolvimento nacional através do uso do blockchain e das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá