• Banco de investimentos americano revê projeção da semana passada
  • Antes, banco previa 90 mil pontos em três meses
  • Marca foi superada em poucos dias e chegou em 93 mil na quarta-feira (3)

O Goldman Sachs revisou a previsão de subida do Ibovespa para os próximos três meses. A mudança ocorre após a bolsa brasileira atingir 93.000 pontos na última quarta-feira (3).

Há mais de uma semana, o banco de investimentos norte-americano havia previsto que o Ibovespa subiria 40% em três meses. A projeção era de que, em 90 dias, o índice avançasse para 90 mil pontos.

No entanto, em uma semana, o índice brasileiro superou expectativas e vem de ganhos seguidos. Ontem, subiu 2,15%, de 91 mil para 93.002 pontos. A marca já se aproxima da projeção de preço-alvo de diversos bancos para o fim de 2020.

Nesta quinta-feira (4), o Ibovespa Futuro tem leve alta de 0,29%. No entanto, abre em leve queda de 0,056%, para 92.950 às 10h19.

O Ibovespa aponta certa correção depois de tantos ganhos nos últimos dias. No entanto, o anúncio de novo estímulo econômico pelo Banco Central Europeu é visto como atenuador. O pacote de compras foi elevado em 600 bilhões de euros, alcançando 1,35 trilhões de euros.

Participe da nossa Comunidade de Trading no Telegram para acessar sinais exclusivos de negociação, conteúdo educacional, discussões e análises de projetos!

Goldman Sachs aumenta projeção do Ibovespa

Em relatório divulgado na terceira semana de maio, o Goldman Sachs apontava o Brasil como “candidato ideal” para recuperação passado o pior da crise da Covid-19. No entanto, após a escalada recente, o banco aponta que a subida será maior: de 90 mil, a projeção do Ibovespa é agora de 95 mil pontos em três meses

.

O grande banco de investimentos segue indicando que mercados emergentes, como a América Latina, são muito importantes para a retomada da economia mundial. O setor de commodities, por exemplo, é apontado como um importante motor para que as economias voltem a crescer.

Segundo novo relatório, os analistas não veem aumento na taxa de contágio do coronavírus com o começo da reabertura. O cenário, portanto, gera otimismo para a recuperação. Ainda assim, vale lembrar, o patamar de 95 mil pontos reverteria para 6 de março, ainda longe dos 116 mil de fevereiro.

O Goldman Sachs não deixa de apontar o maior risco ao investir em mercados emergentes como o Brasil. Em contrapartida, o banco ressalta que os retornos, como de costume, tendem a ser maiores e devem compensar a aposta.

Paulo Alves Jornalista

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

Seguir o Autor

Quer saber mais?

Entre para o nosso Canal do Telegram e receba sinais de trade, um curso gratuito de trade e comunicação diária com entusiastas de cripto!

Esse site usa cookies.
Clique aqui para aceitar o uso desses cookies. Veja nossa Política de Cookies

Estamos discutindo isso em nosso Canal de Telegramas

Junte-se a

Sinais diários, análises Bitcoin e chat de traders. Junte-se ao nosso Telegram hoje!

Vamos lá

We are discussing it in our Telegram Channel

Join

We are discussing it in our Telegram Channel

Join