Incerteza sobre feriado em São Paulo forçou dólar para cima, diz Pablo Spyer

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Investidores ficaram na dúvida se a B3 iria abrir

  • Dólar também subiu por ‘decepção’ com vacina para Covid-19

  • Cenário político é outro fator que impacta moeda americana

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O dólar foi impactado diretamente pela incerteza em torno do feriado prolongado proposto pela prefeitura de São Paulo. Enquanto operadores da bolsa tentavam um acordo junto às autoridades para não interromper os trabalhos, a moeda americana subiu e fechou em alta na terça-feira (19).



Para Pablo Spyer, diretor da Mirae Asset, o investidor viu o movimento com maus olhos e antecipou retiradas de dólar de pelo menos dois dias do mercado brasileiro.

Com essa ameaça [de fechamento da bolsa], muitos estrangeiros levaram dinheiro. Adiantaram seus câmbios e mandaram dinheiro para fora. O câmbio que deveria ser feito hoje [20] e deveria ter sido feito amanhã.

A Prefeitura de São Paulo havia decretado, pela manhã, a antecipação dos feriados Corpus Christi (11/06) e Consciência Negra (20/11) para quarta-feira e quinta-feira. Sexta-feira (22) foi estabelecido ponto facultativo. O objetivo da medida é aumentar o nível de isolamento na cidade para conter o avanço da Covid-19.



Participe da nossa Comunidade de Trading no Telegram para acessar sinais exclusivos de negociação, conteúdo educacional, discussões e análises de projetos!

Apesar disso, ainda pairava no ar a dúvida sobre o funcionamento dos bancos e da B3, sediada na capital paulista. O impasse terminou com o anúncio do Banco Central de que as atividades financeiras seguirão normais durante a semana.

O investidor, entretanto, já havia optado por retirar dólar do país. Spyer destaca que o cenário ajudou a aumentar a pressão compradora na moeda americana. Depois de ter batido R$ 5,68 no começo do dia, o dólar fechou em R$ 5,75.

Mas, a volatilidade da moeda tem pelo menos outros dois componentes.

Política e dúvida sobre vacina impactam dólar

Além da incerteza sobre o feriado, o dólar subiu com a queda na bolsa americana. Um estudo colocou em xeque a vacina da Covi-19 anunciada no dia anterior pela empresa Moderna. Com isso, suas as ações caíram 10% e puxaram a bolsa americana para baixo.

Além disso, o cenário político local contribui para maior cautela do investidor. Há grande expectativa em torno da divulgação do vídeo da reunião ministerial solicitado como prova no âmbito da investigação sobre interferência na Polícia Federal por parte do Presidente da República.

Exchanges de criptomoedas vão funcionar

A flutuação do dólar deve, como de costume, impactar na cotação do Bitcoin em exchanges brasileiras. No fechamento desta matéria, a criptomoeda era cotada, em média, a R$ 56.289, segundo o Cointrader Monitor.

Além disso, como os bancos vão operar, depósitos não deverão ser impactados durante o feriado em São Paulo. A Mercado Bitcoin disparou e-mail aos usuários esclarecendo que irá funcionar normalmente nos próximos dias. Da mesma forma, demais exchanges deverão operar sem mudanças.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá