Indicado Ao FED, Criará Criptomoeda Atrelada Ao Dólar

Compartilhar Artigo

Stephen Moore, indicado por Trump para trabalhar no FED, anunciou que lançará uma criptomoeda atrelada ao dólar.



Em recente entrevista concedida à Fortune, Moore afirmou que lançará uma criptomoeda atrelada ao dólar. De certo modo, o foco do projeto é uma stablecoin que possa ser usada com maior tranquilidade e menor volatilidade por mais usuários.

A criptomoeda a ser lançada, leva o nome de Frax, e terá maiores detalhes divulgados amanhã. O grande motivador da ideia foi o desconforto de Stephen Moore quanto ao controle do estado sobre a moeda. De acordo com ele, isso não ajuda ao mercado, e é interessante para todos uma concorrência saudável, inclusive quando se trata da moeda.



“Eu segui a política monetária por 30 anos e sempre fui incomodado pelo monopólio do governo sobre a moeda, o que não é saudável para os mercados. É muito saudável para concorrentes privados desafiar os bancos centrais sobre o suprimento de dinheiro”.

O que mais surpreende no acontecimento, é o fato de Moore ter sido indicado diretamente por Trump para ocupar uma cadeira no Sistema de Reserva Federal (FED) estadunidense. De certo modo, esse pode ser um indício ainda maior que grandes mentes da economia norte americana estão cada vez mais ligados em criptoativos.

Inclusive, na semana passada, noticiamos a possibilidade do Dólar se tornar um token. Para Moore, esse seria um ótimo passo do FED, e uma das pautas caso ele tivesse aceitado o convite.

“Se eu estivesse no Fed, gostaria de ter visto incentivo ao desenvolvimento de criptomoedas como Frax.”

As Principais Características da Frax

A Stablecoin possui algumas diferenças significativas frente as principais do segmento. De certo modo, a escolha por lastrear em dólar não é uma novidade, no entanto ela dependerá de uma reserva fracionada. Desse modo, a utilização da Frax se dará por empréstimos, e assim o investidor terá taxas, que visam manter o preço da moeda atrelado ao dólar.

Como característica quase óbvia para uma criptomoeda, a Frax utilizará um sistema de blockchain para registros de todos os empréstimos. Inclusive, o co-fundador da stablecoin, Sam Kazemian, é conhecido no ramo especialmente por possuir um amplo background em blockchain. Seu último projeto notório foi um concorrente ao Wikipedia, que depende de blockchain para inserção de novos dados no sistema.

Esse conceito de taxas para manter a moeda atrelada ao dólar possui muitos críticos. Inclusive, alguns já dizem que o sistema não deve funcionar, especialmente quando muitos investidores decidirem vender a Frax. Contudo, Kazemian garante que o sistema de empréstimos por blockchain conseguirá garantir a estabilidade da moeda.

Aguardamos para novas atualizações sobre a Frax que serão divulgadas na terça-feira (22/10).

Você acredita que o modelo da Frax tende a ter sucesso no mercado? Deixe nos comentários abaixo a sua opinião!

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Com formação em ciências e redação, Alice começou a escrever profissionalmente há 7 anos. Desde então, ela tem aprendido, investido e escrito sobre criptomoedas e tecnologia blockchain para algumas das maiores publicações do setor. Atualmente, compõe a equipe de jornalistas Brasil da BeInCrypto.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá