Índice de medo e ganância do bitcoin indica “Ganância Extrema” apesar das quedas de preço

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Apesar das recentes quedas do bitcoin, o índice de medo e ganância aponta “Ganância Extrema”.

  • O índice registra “Ganância Extrema” por mais de dois meses.

  • Os desenvolvimentos de alta na indústria parecem estar impulsionando a confiança dos investidores e dos preços.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O índice de medo e ganância do bitcoin continua a registrar “Ganância Extrema”, apesar de um recuo no preço do BTC. A criptomoeda líder caiu brevemente abaixo de US$ 33.700 em 20 de janeiro.



O índice aponta a ganância extrema no mercado do bitcoin desde o início de novembro. No entanto, a confiança agora parece estar diminuindo.

Bitcoin permanece em estado de “ganância extrema”

O índice de medo e ganância das criptomoedas desenvolvido pela Alternative.me, tem dado uma leitura de ‘Ganância Extrema’ há meses.



O indicador usa volatilidade, envolvimento na mídia social, domínio do mercado e Google Trends para avaliar o sentimento do investidor em relação à criptomoeda.

Mesmo os retrocessos significativos nos preços do Bitcoin não diminuíram o entusiasmo. Na classificação de 78/100, a leitura do indicador para 20 de janeiro ainda estava acima do limite de ‘Ganância Extrema’.

No momento em que a leitura foi feita, o BTC já havia caído mais de US$ 1.000 em relação a máxima do dia anterior de US$ 37.600. Essa queda continuou, já que a criptomoeda caiu para mínimos locais de US$ 33.700 nesta quarta-feira (20).

Da mesma forma, no dia 11 de janeiro, poucos dias após o maior recorde histórico do BTC de quase US$ 42.000, o bitcoin despencou para menos de US$ 32.000. Apesar desta retração de ~25%, o índice ainda deu uma leitura de ‘Ganância Extrema’ de 84/100 em 12 de janeiro.

Não é surpreendente que o mercado permaneça otimista, mesmo em face de tais retrações. O Bitcoin ultrapassando seu maior preço no início deste mês veio após vários desenvolvimentos de alta.

Os investimentos corporativos, como os da MicroStrategy, e o crescente interesse institucional, como as compras de bitcoin da MassMutual, destacaram o crescente apelo do ativo entre uma classe diferente de investidores. 

Da mesma forma, o banco JPMorgan, que costumava ser extremamente cético sobre o bitcoin, está otimista com a criptomoeda, prevendo que seu preço poderia chegar a US$ 146.000.

Por quanto tempo o mercado permanecerá ganancioso?

Apesar do  índice de medo e ganância do bitcoin continuar a mostrar “Ganância Extrema” por um recorde de dois meses e meio, suas leituras na semana passada começaram a cair.

Para todo o mês de dezembro e início de janeiro, quase todas as leituras foram acima de 90/100. No entanto, desde a correção de 25% no início deste mês, as pontuações não ultrapassaram 90.

Isso indica que a exuberância do mercado está diminuindo. A leitura de 20 de janeiro de 78 é a mesma de 13 de janeiro, representando as leituras mais baixas desde 5 de novembro.

No entanto, alguns grandes compradores de bitcoin estão usando os preços baixos para adquirir mais criptomoedas. Conforme relatou o BeInCrypto em 19 de janeiro, a Grayscale comprou um extra de 16.244 BTC em um único dia.

Isso se seguiu às compras em 13 e 14 de janeiro de mais de 4.700 BTC. Em um período de 24 horas a Grayscale comprou mais de 900 BTC minerados em um único dia. 

Além disso, a empresa também relatou um aumento do interesse institucional durante os últimos meses de 2020. De tal forma que sua recente compra de bitcoin sugere que ela espera que a tendência continue.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

A former professional gambler, Rick first found Bitcoin in 2013 whilst researching alternative payment methods to use at online casinos. Having concluded that the root of most of the world’s evils stem from a toxic financial system during his time reading International Politics at university, the disruptive potential of a decentralised, borderless asset was immediately clear. After transitioning to writing full-time in 2016, Rick was able to put his passion for Bitcoin to work for him professionally. He has since written for a number of digital asset publications in a variety of capacities.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá