Investidor da Coinbase multiplica capital em 8.000 vezes após IPO

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Um investidor apostou US$ 300 mil na Coinbase em 2013.

  • Na época, o Bitcoin era praticamente desconhecido

  • A Coinbase estreou na Nasdaq na última quarta-feira (14).

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

A entrada da Coinbase no mercado de ações fez com que o investimento inicial do investidor Garry Tan se multiplicasse 8.000 vezes. Ele contou a história em um vídeo publicado no YouTube na última quarta-feira (14).



Tan apostou US$ 300 mil na empresa em 2013, uma época em que o próprio Bitcoin não era muito conhecido e seu preço era bem menor que US$ 1 mil – ou seja, nem próximo dos mais de US$ 60 mil de hoje.

Com a abertura de capital da Coinbase, o investimento rendeu a Tan atuais US$ 2,4 bilhões, 8.000 vezes mais do que o aporte inicial.



Em um vídeo no seu canal do YouTube, o homem conta que o que o levou a acreditar na Coinbase foi a ousadia e a perseverança de seu fundador, Brian Armstrong.

Ainda em 2012, Armstrong procurava parceiros para financiar a startup, que na época se chamava Bitbank. Para chamar a atenção de Tan, Armstrong lhe enviou um presente de BTC 0,05, que na época valiam cerca de US$ 0,23.

“Isso chamou minha atenção e me mostrou que Brian era uma pessoa séria e que estava criando algo útil e que eu poderia usufruir”, diz Tan.

E-mail de Brian Armstrong, fundador da Coinbase, mostra “presente” de 0,05 BTC ao investidor Garry Tan. Fonte: YouTube

Em seu e-mail de resposta, Tan escreveu que não conhecia ninguém que estivesse interessado em Bitcoin, mas prometeu ficar de olho. “Muito provavelmente você e seu futuro parceiro já se conhecem. Vocês só não sabem disso ainda”, acrescentou.

Troca de e-mails entre Garry Tan e Brian Armstrong. Fonte: YouTube

O investidor lembra ainda que, naqueles dias, como o Bitcoin era praticamente desconhecido, os serviços de compra e venda de criptomoedas eram poucos e difíceis de usar, além de terem interfaces ruins. “Na época, ninguém – ninguém! – acreditava em Bitcoin”, aponta.

“Hoje, a sensação é que o Bitcoin é muito mais conhecido e poucas pessoas a entendiam ou mesmo acreditavam que ele poderia ser útil à sociedade”

Tan conta que muitos investidores não acreditavam nas ideias de Armstrong, mas ele decidiu arriscar porque tinha experiência com o problema que a Coinbase pretendia solucionar – a dificuldade de comprar e vender Bitcoin.

Além disso, ele acreditava em uma futura desvalorização do dólar por ele ser uma moeda fiduciária.

“Em bancos físicos, você protege dinheiro físico com soluções físicas. Já o dinheiro de internet é protegido com boa engenharia de software e bons sistemas”

A Coinbase estreou na Nasdaq na quarta-feira (14), com ações valendo US$ 381 e alcançando pico de US$ 421. Elas fecharam o dia em US$ 328,28 cada, dando à empresa um valor de mercado aproximado de US$ 85,7 bilhões (R$ 488,3 bilhões).

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Jornalista de dados. Atuo no ramo de tecnologia há quase dez anos. Escrevi para o Grupo Globo e para o jornal Gazeta do Povo. Atualmente também escrevo para o Portal UOL

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá