Investidores que compraram Bitcoin há muito tempo parecem ter ganhado um motivo para se desfazer da criptomoeda. Enquanto o BTC volta a recuperar os US$ 11.000, um indicador mostra que moedas que não se moviam há vários anos voltaram a mostrar atividade.

Segundo o monitor da empresa de análise Glassnode, a métrica Dias de Moeda Destruídos (Coin Days Destroyed – CDD) subiu forte nas últimas 24 horas. Quando isso, ocorre, analistas interpretam que compradores de BTC decidiram negociar ao menos uma parcela dos ativos.

O indicador leva em conta a movimentação de Bitcoin parado há muito tempo. Quando ele sobe, por exemplo, significa que BTCs mantidos imóveis em carteiras passaram a se mover de maneira mais significativa. Além disso, quando ocorre em meio a uma apreciação, sugere intenção é de venda.

Em 24 horas, a Glassnode diz que a movimentação de Bitcoins com essas características aumentou 89%. A métrica considera a média móvel de dois dias.

#Bitcoin $ BTC Coin Days Destroyed (2d MA) aumentou significativamente nas últimas 24 horas. O valor atual é 412.324.393 (um aumento de 89,4% de 217.658.569).

Glassnode identificou movimento abrupto de Bitcoin que estava parado há muito tempo

Como comprar Bitcoin e entrar no grupo de sinais gratuito do BeInCrypto

Investidores de Bitcoin parecem se precaver contra nova queda

A métrica indica um movimento inverso do que ocorreu há duas semanas. Em 2 de setembro, o indicador apresentava forte queda. A impressão era de que investidores de longo prazo não tinham intenção de tocar no BTC comprado há muito tempo.

Na época, o BTC havia acabado de corrigir fortemente após fracassar em romper os US$ 12.000. Dessa maneira, parecia pairar entre investidores a expectativa de uma nova subida no horizonte.

Desde então, porém, a criptomoeda perdeu valor e chegou a cair para menos de US$ 10.000. Com novo avanço para US$ 11.000, alguns compradores podem ter aproveitado para lucrar antes de outra queda.