Jogo ‘Aurora’ vence Games for Change e será apresentado em Nova York em 2021

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Jogo 'Aurora' foi o grande vencedor do Game for Change da América Latina.

  • O evento premiou os vendedores pela primeira vez com criptomoedas.

  • No ano que vem, o jogo premiado representa o Brasil em evento global em Nova York.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Jogo brasileiro ‘Aurora’ foi premiado com criptomoedas no Game for Change e será apresentado em Nova York no ano que vem.



Desenvolvido pela brasileira Camila Bothona, o jogo ‘Aurora’ narra, através de um criança, a tragédia ambiental que aconteceu em Cubatão (SP). Em 1984, a Vila Socó foi acometida por um incêndio de grandes proporções que causou a morte de 506 habitantes do vilarejo.

Escolhido como jogo vencedor do Game for Change da América Latina, Camila leva ‘Aurora’ para representar o Brasil na versão global do evento que acontece em julho de 2021 em Nova York nos EUA.



Conforme o presidente do G4C da América Latina, Gilson Schwartz, ‘Aurora’ une arte e tecnologia para contar uma tragédia de profundo impacto social. À Folha de S. Paulo, ele declarou:

“É um exemplo claro de projeto que propõe mudança de consciência por parte do jogador, alerta para os impactos ambientais da indústria. E tudo isso com uma arte primorosa.”

O grande destaque deste ano do evento que aconteceu de forma totalmente online pela primeira vez, foi a distribuição de prêmios através de criptomoedas.

Além da viagem paga para Nova York, a criadora de ‘Aurora’ também foi premiada com Moedas da Paz. A criptomoeda japonesa foi criada com o objetivo social democratizar o uso de dinheiro através da tecnologia blockchain.

Além da Moeda da Paz, o evento também distribuiu prêmios aos participantes com a criptomoeda brasileira WiBX.

Transformação através dos games

A oitava edição do Game for Change promoveu diversas palestras e oficinas durante todos os dias da semana passada. O foco do festival aqui no Brasil foi promover iniciativas de empreendedorismo transformador no uso de games, mídias imersivas e modelos inovadores na economia criativa.

Não foi apenas ‘Aurora’ que foi premiada no final do evento. Em segundo lugar ficou ‘Locall’, jogo desenvolvido por Klauss Roedel e que foca em técnicas de colaboração e para o desenvolvimento de comunidades.

Já em terceiro lugar está o game de Luiz Gustavo dos Santos Lima, chamado ‘IST – Informação sem Tabu’. O jogo analógico foi desenvolvido para aproximar crianças e adolescentes de temas sensíveis no campo da educação sexual. 

Dessa maneira, o G4G incentiva a criação de jogos como principal vetor da mobilização de crianças e jovens para a mudança social, conforme aponta Schwartz:

“Mais do que uma simples ‘gameficação’, as propostas adotam a perspectiva de ‘game ativação’, ou seja, ativação e iniciativas que colaborem para a transformação de consciências, comportamentos individuais e viabilização de redes colaborativas.”

Museu do Ipiranga no Game For Change

Um destaque da edição deste ano do Game For Change foi a colaboração com o Museu do Ipiranga. Os participantes do evento foram convidados a criar jogos que enaltecem a história rica do museu no país. 

Para celebrar os 200 anos de existência do museu, o evento selecionou jogos que serão desenvolvidos com o apoio da instituição. As melhores propostas receberam, cada uma, um prêmio de R$ 2 mil.

Os games selecionados foram “Sombras da Verdade” de Caio dos Santos Barbosa, “Mistérios da Independência” de Marina Jötten, e por fim, “Retrato Falado” de Lucas Magon Santos.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Saori Honorato é jornalista e para o BeInCrypto escreve sobre os principais acontecimentos do universo das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá