Justiça Determina que Atlas Quantum Deposite Bitcoin de Cliente em Carteira Digital

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Quase R$ 50 mil em criptomoedas deverá ser devolvido, sob pena de arresto de bens em nome da empresa.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O Atlas Quantum terá que devolver Bitcoin de um cliente, segundo a justiça. A decisão sobre o caso evidencia que o depósito acontecerá em uma carteira digital. Desse modo, o investidor pode receber em até 48 horas pelo depósito tão esperado.



A decisão publicada pela juíza Lúcia Caninéo Campanhã mostra que a empresa de arbitragem em Bitcoin é considerada ré no caso envolvendo quase R$ 50 mil. Além disso, é alegado ‘perigo de dano”, como forma de garantir o depósito em Bitcoin esperado pelo investidor.

Atlas Quantum terá que fazer depósito em uma Bitcoin Wallet

A justiça entende que o Atlas Quantum terá apenas dois dias para devolver o Bitcoin do cliente que move um processo contra o empreendimento.



Caso a corporação não atenda o pedido judicial de transferência da criptomoeda para uma carteira digital (Bitcoin Wallet), o “arresto de bens” deverá garantir o pagamento da dívida da plataforma.

Como defesa, a empresa tem até quinze dias para apresentar alegações contraditórias ao pedido de depósito de Bitcoin. Conforme a publicação da Justiça de São Paulo – SP, o prazo para o negócio fazer o envio da criptomoeda para a carteira digital termina nesta sexta-feira (29).

Tudo começa a desmoronar com a CVM

Carlos Santana é mais entre milhares de clientes do Atlas Quantum que foram surpreendidos com atrasos de saques. A plataforma de arbitragem de Bitcoin alega ter criptomoedas presas em exchanges do exterior.

Por outro lado, usuários da companhia relatam que os atrasos começaram com uma notificação da CVM. A comissão publicou um comunicado contra a oferta pública de investimentos por parte da empresa processada.

Na ocasião, a CVM comunicou sobre a suspensão da oferta de atividades do Atlas Quantum. A publicação do dia 31 de agosto de 2019 abalou os negócios da corporação, relata o cliente do negócio. Desde então, atrasos com saques impedem que criptomoedas deixem a plataforma brasileira.

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) é responsável por deliberar empreendimentos com ofertas de investimentos no Brasil. Carlos Santana conta que esperou por setembro e o depósito de 1.6085446 Bitcoin (BTC) não aconteceu.

Depois de não ter acesso às criptomoedas, o investidor decidiu procurar a justiça para conseguir reaver o Bitcoin que estava em posse do Atlas Quantum, até então.

Atlas Quantum e cliente devem se encontrar na justiça

O Atlas Quantum deverá cumprir com o pedido de um saque do investidor Carlos Santana. A publicação do processo mostra que o cliente do negócio forneceu um endereço de uma carteira digital para que quase R$ 50 mil em Bitcoin seja devolvido.

Se o pagamento não acontecer, o arresto de bens pode procurar pela quantia em contas do Atlas Quantum. Contudo, ainda caberá as partes decidir como a dívida em criptomoedas será finalmente quitada.

Os autos do processo trazem informações sobre uma possível audiência de conciliação. Ainda a ser marcada, o encontro entre o Atlas Quantum e o investidor deverá trazer alguma conclusão para a ação, que pede cerca de 1.6 Bitcoin (BTC) de volta.

Enquanto isso, outro usuário da empresa pede ajuda de força policial para receber R$ 557 mil. Neste caso, o investidor também move um processo contra o Atlas Quantum na justiça.

Você conhece usuários que esperam por depósitos de Bitcoin do Atlas Quantum? Comente sobre esta notícia e compartilhe no Facebook.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos mais tarde. Já trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas, sendo que atualmente é um dos colaboradores do BeInCrypto.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá