Kings of Leon será primeira banda a lançar álbum na blockchain como NFT

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Banda Kings Of Leon será a primeira a lançar álbum como token NFT.

  • Álbuns digitais terão extras exclusivos.

  • Empresa criadora vê futuro promissor de NFTs no mundo na música.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Compradores de álbum digital da banda terão benefícios exclusivos e tempo limitado para adquirir antes de tokens virarem colecionáveis.



A banda americana Kings of Leon será a primeira a lançar um álbum diretamente na blockchain como um Token Não-Fungível (NFT). Segundo a Rolling Stone, o grupo de rock planeja liberar pelos menos três tokens digitais com diferentes conteúdos, em série chamada de “NFT Yourself” – torne-se NFT, em tradução livre.

O álbum da banda também será lançado em serviços de streaming como Spotify e Apple Music, mas apenas as versões em NFT trarão benefícios exclusivos aos compradores.



Os tokens terão preço a partir de US$ 50 (R$ 286) e as vendas começam na próxima sexta-feira (5). No entanto, só será possível comprar por duas semanas – após esse período, o produto digital se torna um item colecionável.

Ainda de acordo com a revista, o primeiro token é um pacote que inclui uma versão especial do álbum. O segundo traria conteúdos adicionais, como um show ao vivo, além de ingressos de primeira fileira para shows do Kings Of Leon pelo resto da vida. Já o terceiro NFT seria o mais simples, contendo apenas o álbum comum, sem extras.

NFTs como o do Kings Of Leon vêm ganhando espaço e podem valer milhões

NTFs são tokens digitais similares a criptomoedas, mas sem possibilidade de cópia. Criados por meio de contratos inteligentes, eles têm características únicas e trazem embutido no código uma chave que só o dono conhece para permitir o repasse em caso de venda.

Esse tipo de token vem ganhando adeptos em 2021, especialmente no mundo artístico e nos games. Só em fevereiro, as negociações de NFTs já superam o ano inteiro de 2020, com  US$ 342 milhões movimentados. O principal caso de sucesso é o NBA Top Shot, vídeo colecionável de lances de jogos da NBA.

No último final de semana, por exemplo, a cantora canadense Grimes vendeu uma coleção de artes digitais em formato NFT por R$ 30 milhões. Entre os itens havia dois clipes contendo músicas inéditas da artista. Grimes é esposa com o bilionário Elon Musk, que recentemente virou apoiador público do Bitcoin. Além disso, ele é CEO da Tesla, que investiu US$ 1,5 bilhão em BTC.

No caso da Kings Of Leon, seus NFTs foram desenvolvidos pela empresa YellowHeart, especializada nesse tipo de tecnologia. Segundo a companhia, seus tokens digitais visam aproximar de volta a música dos fãs via blockchain. Além dos álbuns, a companhia criou 18 “ingressos de ouro” em formato NFT para a banda.

O CEO da YellowHart, Josh Katz, disse à Rolling Stone que os NFTs farão jovens voltarem a querer comprar música.

É uma fase inicial, mas no futuro, acho que será assim que as pessoas lançarão suas faixas: quando eles vendem 100 mil [músicas] por um dólar cada, eles ganham seus 100 dólares.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá