PF investiga lavagem de dinheiro com criptomoedas originada em pizzaria

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • A Receita Federal, juntamente com a Polícia Federal e o Ministério Público, deflagrou a Operação Mamma Mia

  • Organização utilizava criptomoedas e ouro para o financiamento de suas atividades e lavagem de dinheiro.

  • Buscas e apreensões aconteceram em sete estados do país.

  • promo

    Participe da nossa comunidade gratuita no Telegram e obtenha sinais de trade e análises de criptomoedas todos os dias!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

A Receita Federal, a Polícia Federal e o Ministério Público deflagraram nesta quinta-feira (27) a Operação Mamma Mia, que visa combater uma organização suspeita de tráfico de entorpecentes no Brasil e no exterior.

Patrocinados



Patrocinados

A organização criminosa supostamente movimentava valores financeiros utilizando-se da aquisição de criptomoedas e de ouro ilegalmente no país para lavagem de dinheiro utilizado no financiamento de suas atividades.

Foram cumpridos 42 mandados de busca e apreensão em empresas e residências dos investigados, além de dez mandados de prisão preventiva. As ações ocorreram em sete estados do país: Acre, Amazonas, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Paraíba, Paraná e São Paulo.

Patrocinados



Patrocinados

Nenhum nome foi revelado, apesar da Receita Federal destacar que dois indivíduos com a prisão preventiva decretada figuravam na lista vermelha da Interpol.

A Justiça Federal ainda decretou a apreensão de bens e direitos de propriedade dos investigadores, que juntos possuem um valor de R$ 192 milhões.

A operação foi batizada de Mamma Mia devido ao início das investigações ocorrer em uma pizzaria, que realizava transações financeiras suspeitas para diversas empresas espalhadas no Brasil.

Em abril, a PF já havia cumprido mandados de apreensão de R$ 110 milhões de uma exchange de criptomoedas acusada de envolvimento em tráfico de drogas. As autoridades não informaram se os casos estão interligados.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Patrocinados
Share Article

Anderson atua como redator para o BeInCrypto, escrevendo sobre as principais notícias sobre o criptomercado e economia em geral. Antes de entrar para a equipe brasileira do site, ele participou de projetos relacionados a trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados a criptomoedas. Formando em Administração, está cursando pós graduação em Investimentos e Blockchain pela EA Banking School.

SEGUIR O AUTOR

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora