Light hackeada: sistemas fora do ar e R$ 37 milhões de resgate em criptomoedas

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Invasores teriam dado dois dias para pagamento

  • Valor foi cobrado em Monero

  • Clientes não conseguem acessar serviços e reclamam nas redes sociais

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Os sistemas da concessionária de energia elétrica Light estão fora do ar. Servidores da empresa foram invadidos por hackers que pedem resgate em criptomoedas. Até a tarde desta quinta-feira (18), o site oficial segue inacessível, impactando milhões de clientes no Rio de Janeiro.



O incidente ocorreu na última terça-feira (16). Trata-se de um ataque de ransomware, em que um ou mais computadores têm os arquivos criptografados e liberados apenas mediante resgate.

Os invasores teriam sequestrado máquinas da Light com o sistema Windows, cifrado os dados e solicitado pagamento em criptomoedas.



Segundo apurou a Veja, os criminosos teriam solicitado um valor de US$ 7 milhões, o equivalente a cerca de R$ 37,4 milhões na cotação de hoje. O resgate teria sido pedido em Monero, criptomoeda que vem sendo cada vez mais usada em golpes por seu caráter mais anônimo.

Os hackers teriam dado o prazo de dois dias para pagamento do resgate. O prazo, dessa forma, venceria nesta quinta-feira. No entanto, não há indícios de que a Light teria efetuado qualquer pagamento. O BeInCrypto tentou contato com a assessoria da empresa, mas não obteve retorno até o fechamento da matéria.

Participe da nossa Comunidade de Trading no Telegram para acessar sinais exclusivos de negociação, conteúdo educacional, discussões e análises de projetos!

Clientes reclamam da Light nas redes sociais

Embora não afete o fornecimento de energia, o problema inviabiliza a operação de atividades administrativas. Ontem (17), a Light publicou no Twitter uma orientação para clientes que tentam contato com a empresa.

No momento, os serviços de atendimento ao cliente estão enfrentando dificuldades técnicas. Estamos trabalhando para resolver o problema o mais rápido possível. Pedimos que priorizem a nossa Agência Virtual em http://agenciavirtual.light.com.br

No entanto, em testes realizados pelo BeInCrypto, o portal Agência Virtual também aparece fora do ar. O mesmo vale para todos os subsites do domínio light.com.br. Isso quer dizer que, até o momento, não é possível tirar uma segunda via de conta ou obter outros serviços online da Light.

A empresa passou a recomendar contato por meio de SMS para o número 54448 ou por mensagem no Twitter. No entanto, diversos clientes usam o microblog para reclamar da falta de atendimento em quaisquer canais da concessionária.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá