Litecoin (LTC) por Apenas R$ 0,05 Termina em Processo Contra Corretora de Criptomoedas Brasileira

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Exchange acusa cliente de ter aproveitado bug para comprar mais de 52 Litecoin (BTC) por um valor absurdo.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Uma suposta compra de mais de 52 Litecoin (LTC) por apenas R$ 0,05 termina em um processo judicial contra uma corretora de criptomoedas brasileira. Um cliente do BitcoinToYou acusa a empresa de reter na plataforma mais de R$ 10 mil em criptomoedas.



De acordo com a corretora de criptomoedas, o investidor aproveitou-se de um bug no site para a compra de Litecoin (LTC) por cerca de R$ 2,60, no total. Entretanto, o problema aconteceu, segundo a plataforma, entre os dias 06 e 11 de novembro de 2018. 

Porém, a exchange do Brasil não conseguiu comprovar que a culpa deveria ser do usuário, que espera há mais de um ano para receber suas criptomoedas de volta.



Não há como fornecer serviço de transações financeiras online sem garantir uma plataforma e um sistema íntegro e a segurança de que os negócios pactuados serão cumpridos.”

52 Litecoin (LTC) presos no BitcoinToYou desde 2018

Um cliente do BitcoinToYou aguarda desde novembro de 2018 para receber mais de R$ 10 mil em Litecoin (LTC). O processo judicial mostra que a exchange recusou a entregar as criptomoedas ao cliente Daniel Ziviani.

Com a decisão judicial, a corretora de criptomoedas deverá devolver a quantia mencionada pelo investidor. A Justiça de Campinas – SP publicou a decisão mencionando que a ré deposite o valor total investido pelo usuário da exchange.

Dessa forma, ficou entendido que o cliente tinha 52,33590850 Litecoin (LTC). No total, a quantidade em criptomoedas corresponde a R$ 10.068,09, segundo a cotação atual para a altcoin.

Além deste valor, a juíza responsável pelo caso condenou a exchange brasileira a pagar indenização por dano moral ao proponente da ação.

Usuário receberá R$ 5 mil de indenização moral

Segundo a juíza Thais Migliorança Munhoz, uma indenização moral será paga no caso das 52 unidades de Litecoin (LTC) retidas pelo BitcoinToYou.

A decisão mostra que a empresa terá de arcar com o pagamento de R$ 5 mil a título de indenização moral. Contudo, não foi este o montante solicitado inicialmente pelo investidor da plataforma de criptomoedas. Até então, Daniel pedia R$ 25.170,23 por danos morais.

Como a justiça entendeu que o valor solicitado pelo usuário não condizia com a realidade do caso, o valor da indenização por dano moral foi reduzido para R$ 5 mil. Dessa forma, o BitcoinToYou necessitará pagar R$ 15.068,09 pelo total da ação sobre as altcoins retidas.

Corretora de criptomoedas tenta provar inocência

Os autos do processo mencionam ainda que o BitcoinToYou tentou se defender das acusações. Segundo a exchange brasileira, as criptomoedas foram retidas após uma prática irregular do proponente do processo.

A empresa aponta que as 52 unidades de Litecoin (BTC) foram compradas por apenas R$ 0,05. Como defesa, a exchange também narra que essa compra aconteceu mediante um “bug”. Por outro lado, o negócio entende que o usuário poderia ser responsabilizado pela suposta compra com deságio.

Portanto, diante das provas apresentadas, a justiça declarou que o cliente não pode ser responsabilizado por problemas de instabilidade nas operações da corretora de criptomoedas. Sendo assim, os 52 (LTC) deverão ser devolvidos, depois que a exchange admitiu “falha em seu sistema de compra e venda de Litecoins”.

Você conhece algum investidor com problemas para receber criptomoedas em exchanges brasileiras? Comente sobre o caso do BitcoinToYou e compartilhe esta notícia no Facebook.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Lucas é formado em administração com foco em empresas. Iniciou sua carreira como analista de investimentos para bancos focados no segmento. Após adquirir experiência, em 2015 fundou sua própria startup, focada em gerar tecnologias de segurança para transações financeiras. Concomitantemente, desenvolve seu trabalho e conhecimento financeiro atuando no BeInCrypto, através de análises do setor financeiro de criptomoedas e novas avaliações de novas tecnologias Blockchain pelo mundo.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá