Maia defende o fim dos juros do cartão e cheque especial; porém, essa não é a solução

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Rodrigo Maia advoga pelo fim dos juros abusivos no Brasil

  • Atitude é mais política do que prática, já que o problema passa por soluções diferentes daquela apresentada pelo Deputado

  • Economia descentralizada (DeFi) e Bitcoin ajudam a combater o sistema atual de juros abusivos

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Rodrigo Maia defende o fim dos juros do cartão de crédito e do cheque especial. Contudo, solução passa pela economia descentralizada e menor utilização dos bancos tradicionais.



A cobrança de juros no cartão de crédito e no cheque especial é exorbitante, no Brasil.

Há diversas razões que motivam essa cobrança excessiva. Porém, a solução não é “acabar com os produtos”, conforme defende Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados.



Assim, entenda o que, realmente, pode ajudar a coibir a cobrança de juros abusivos, nos produtos financeiros vendidos no país.

Se você faz trade, entre no canal do BeInCrypto, onde são oferecidos sinais de trade de criptomoedas, de forma gratuita!

Rodrigo Maia roga pelo fim dos juros abusivos no Brasil

No Brasil, é difícil encontrar alguém que defenda a política de juros aplicada pelos Bancos tradicionais.

Assim, quando alguém como o Rodrigo Maia advoga pelo fim dos juros abusivos, muitas pessoas tendem a apoiar o discurso do Deputado.

Ao falar com os repórteres, Maia afirmou que a prática dos juros “distorce o sistema financeiro do Brasil para pior”.

Porém, na prática, o discurso é mais populista, do que prático. A realidade é que o o próprio sistema financeiro é corrompido, no país. Portanto, práticas como a taxação abusiva são meras consequências do sistema.

Solução passa pelo DeFi e Bitcoin

Os juros altos são consequência, principalmente, de três fatores:

  • Risco elevado de inadimplemento dos usuários
  • Ausência de competição suficiente, no setor bancário
  • Ambiente jurídico instável, que aumenta o risco, no Brasil

Dessa forma, a maneira mais eficiente de melhorar a situação dos juros, no Brasil, é aumentando a competitividade do setor. Porém, a solução definitiva é abandoná-lo, gradualmente.

Assim, a economia descentralizada (DeFI), através de tecnologias como o Bitcoin, tende a substituir o defasado sistema financeiro atual, já que permite às pessoas alcançar uma liberdade financeira que não é possível, atualmente, com os Bancos tradicionais.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Nicolas se formou em Direito pela Universidade Federal do Paraná e é pós-graduado em Gestão de Negócios Internacionais. Atualmente, cursa Jornalismo na FAPCOM. Escreve sobre economia, política e história há alguns anos. Em 2017, após entrar em contato com a tecnologia blockchain, se entusiasmou com o seu potencial e passou a estudar as aplicações da tecnologia aos diversos setores da economia. Seu foco está em discutir as melhores maneiras de alavancar o desenvolvimento nacional através do uso do blockchain e das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá