Maior baleia de Bitcoin do mundo paga R$ 2,50 para mover 5 bilhões de reais

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Carteira foi quase totalmente esvaziada em segundos

  • Endereço tinha a maior quantidade de Bitcoin excluindo exchanges

  • Destinatário agora só perde para cold storage da Huobi

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Uma nova transferência de Bitcoin chamou atenção não só pelo volume, mas pelo valor irrisório pago de taxa para a rede. A transferência da suposta maior baleia do mundo foi flagrada pelo Bitcoin Block Bot no último sábado (27).



Um endereço misterioso que detém uma grande quantidade de Bitcoin moveu uma quantia astronômica de uma só vez. A transação foi de 101.857 BTC, o equivalente a US$ 939,3 milhões ou R$ 5 bilhões.

Desses, 5.000 BTC foram para uma carteira, e o restante de mais de 96.000 BTC foram para outra. Dessa maneira, a carteira foi quase que totalmente esvaziada em segundos.



Após a transferência bilionária, o endereço enviou os cerca de US$ 92 que ainda estavam disponíveis no saldo de Bitcoin. A carteira ficou com apenas 0,002 BTC, o equivalente a cerca de US$ 19.

Além disso, o mais importante é o valor insignificante pago de taxa. Para mover essa quantidade de dinheiro na blockchain, o dono teve que pagar apenas US$ 0,48, o equivalente a cerca de R$ 2,50.

O valor, aparentemente, não foi enviado para negociação em exchanges. O movimento, portanto, não quebra a possível tendência de HODL dos últimos dias.

Participe da nossa Comunidade de Trading no Telegram para acessar sinais exclusivos de negociação, conteúdo educacional, discussões e análises de projetos!

Maior baleia de Bitcoin do mundo

O endereço originário da transferência de R$ 5 bilhões era considerada a maior baleia de Bitcoin do mundo. Considerando saldos de endereços únicos, ela só perdia para as exchanges Binance e Huobi, as duas maiores do planeta.

Especula-se que a carteira seja da exchange BitStamp. No entanto, a corretora não confirmou a informação em resposta ao portal Decrypt.

O ranking se refere a uma análise do mês de abril, quando a carteira tinha 0,55% de todo o suprimento disponível de Bitcoin. Hoje, o endereço que recebeu os mais de 96.000 BTC é o segundo maior do mundo.

Ela aparece na vice-liderança mesmo considerando carteiras de exchanges. Na frente, está apenas o endereço usado para o serviço de cold storage da Huobi, segundo o BitInfoCharts.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá