Mais de 94.000 endereços de Bitcoin detêm US$ 1 milhão em BTC

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Mais de 94.000 endereços de Bitcoin (BTC) detêm pelo menos US$ 1 milhão em BTC.

  • O novo marco é um reflexo do número crescente de novos investidores institucionais.

  • No entanto, muitos executivos ainda resistem em incluir a criptomoeda no portfólio.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Mais de 94.000 endereços de Bitcoin (BTC) detêm pelo menos US$ 1 milhão em BTC, de acordo com uma análise da Glassnode. Provavelmente são novos investidores institucionais, mas continuem tímidos.



O crescimento acentuado do bitcoin em meados de dezembro marco um ponto importante para o mercado. Ao bater o preço de US$ 20.000, todos os endereços com no mínimo 50 BTC, se tornaram endereços milionários. 

Número de endereços BTC milionários cresceu depois que preço atingiu US$ 20k. Fonte: Glassnode

Isso provavelmente mostra que, depois que o BTC cruzou a linha de US$ 20 mil, os investidores voltaram a se animar e novas baleias começaram a chegar. Essa informação é confirmada também por dados semelhantes do BitInfoCharts, que rastreia a distribuição de riqueza entre os diferentes níveis de endereços.



De acordo com levantamentos recentes, existem 99.515 endereços com mais de US$1 milhão em BTC, e 9.024 com mais de US$ 10 milhões. Os 100 maiores detentores de bitcoin possuem 2.552.947 BTC, o que representa 13,7% do total. Nesta quarta-feira (17), a quantia equivale a US US$ 131,4 bilhões.

Aumento de interesse institucional no Bitcoin

Parece provável que essas recentes aquisições tenham sido feitas por investidores institucionais que têm capacidade de depositar quantias de tal porte.

Alguns investimentos grandes de empresas como a MicroStrategy  ganham as manchetes com frequência. Isso fez com que outros participantes do mercado seguissem o exemplo e investissem em quantias igualmente grandes. 

Aliás, nesta terça-feira (16), a MicroStrategy anunciou uma nova oferta de títulos conversíveis de US$ 600 milhões, com a qual pretende comprar mais bitcoin.

Conforme disse à Bloomberg o chefe de trading do protocolo blockchain NEM, Nicholas Pelecanos:

“Há uma série de razões pelas quais o bitcoin está disparando. O que mais se destaca é a tendência que a MicroStrategy iniciou e a Tesla popularizou: mover balanços institucionais para o bitcoin para se proteger contra a inflação.”

Faça o que dizemos, não o que fazemos

Apesar da probabilidade de esses novos endereços de bitcoin serem de investidores institucionais, 84% dos executivos financeiros disseram que não planejam comprar a criptomoeda como um ativo de proteção, de acordo com uma pesquisa da Gartner.

A pesquisa consultou 77 executivos financeiros, incluindo 50 Diretores Financeiros (CFO), e apenas 5% planejam manter BTC nas reservas da empresa este ano.

Outros 84% dos entrevistados disseram que a volatilidade do bitcoin era a maior preocupação. Além disso, citaram como impeditivos os possíveis problemas regulatórios e riscos cibernéticos. 

Embora a volatilidade realizada de 60 dias do BTC esteja próxima da mais alta registrada desde maio do ano passado, ainda está muito abaixo dos níveis vistos durante o bull run de 2017.

Devido aos seus recursos, os grandes investidores institucionais estão em melhor posição para fazer grandes compras de criptomoedas atualmente. 

Apesar de dizer que a volatilidade do bitcoin precisa diminuir para os preços continuarem acima de US$ 50 mil, o banco americano JPMorgan está trabalhando em seu próprio projeto blockchain, conhecido como JPM Coin.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Nick is an Oral Communication Skills Professor and Data Science Specialist in Budapest, Hungary with an MSc in Business Analytics. He is a relative latecomer to the field of cryptocurrency and blockchain technology, but is intrigued by its potential economic and political usage. He can best be described as an optimistic center-left skeptic.<a href="mailto:editorinchief@beincrypto.com">Email him!</a>

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá